Protetora dos animais precisa de doações para filhotes resgatados

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Tapetes higiênicos, petmilk, algodão e lenços umedecidos são os materiais que os filhotes mais precisam

Após quase 20 dias do resgate de dez filhotes de cachorro após abandono em uma estrada de terra da cidade de Rio das Pedras, sentido Mombuca, noticiado no Jornal de Piracicaba, a protetora dos animais que está com a tutela temporária da ninhada, Daniela Aparecida Cardoso reforça que ainda precisa da doação de tapetes higiênicos, petmilk (alimento substitutivo do leite materno), algodão e lenços umedecidos.

Ela relata que os quatro filhotes que sobreviveram desde o resgate até o momento, estão com o peso aproximado de 450g, necessitam de amamentação a cada três horas e que são usados de oito a dez tapetes higiênicos ao dia, para mantê-los limpos e secos, além do algodão e lenços umedecidos, “que não dá para contar quantos já foram gastos, porque a cada mamada vem o estímulo para fazer as necessidades”. Daniela realiza esse trabalho de forma independente, tendo auxiliado mais de 56 pets.

“Não está sendo nada fácil. Não sei o que é dormir direito, minha casa está em segunda opção, meus compromissos, todos cancelados. Estou fazendo o possível e até o impossível para poder salvar esses bebês. Levo eles todos os dias na clínica veterinária, estão sendo cuidados o máximo possível”, lamenta Daniela. “Infelizmente foram abandonados recém-nascidos, então as complicações são imensas, mas a nossa luta está sendo grande”, complementa.

AJUDA E TRANSPARÊNCIA

Quem tiver interesse em colaborar com os cuidados dos filhotes pode entrar em contato com a Daniela por meio do Whatsapp (19)998317416, fazer uma doação em dinheiro via PIX – que é o mesmo número do celular, na clínica veterinária Vida Animal, na Av. Torquato da Silva Leitão, 68 – São Dimas, ou dos produtos, pessoalmente, na Ótica Outlet dos Óculos, cujo endereço é na rua Santa Cruz, 456 – Centro. Há ainda a alternativa de fazer uma compra em qualquer loja da Agropecuária do Mané e informar na hora de pagar a conta no caixa que é para a protetora dos animais cadastrada, Daniela Aparecida Cardoso. “Só para deixar as pessoas cientes, um pacote do leite custa em torno de R$100,00”, explica.

Os filhotes não se encontram disponíveis para adoção, devido aos riscos que ainda correm de vida.

Laís Seguin

[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 × 1 =