Prova de vida digital do INSS

Cerca de 500 mil beneficiários de todo o país serão chamados a participar, a partir de hoje, de um projeto-piloto do INSS que tem como objetivo realizar de forma digital a prova de vida dos beneficiários. Temos falado muito neste espaço desta exigência no INSS e que precisa ser cumprida sob pena de ter os recursos de aposentadorias e benefícios negados.

A pandemia do novo coronavírus dificultou, em muito, a vida do cidadão que precisa dos serviços do instituto. O sistema de atendimento vinha passando já por uma transição que trouxe muita confusão e dificuldade de acesso, principalmente às pessoas ainda com pouca familiaridade digital e que tiveram de atribuir a terceiros o suporte para ser atendidos virtualmente. Com a necessidade do isolamento social, e o perfil do público, o governo teve de buscar formas de se adequar e reduzir as dificuldades de acesso aos recursos. Mesmo que tardiamente, parte destas providências tem sido tomada.

Quando foi decretada a pandemia do novo coronavírus, a prova de vida foi suspensa. O prazo do governo foi setembro. Ela é necessária para todos que recebem seu benefício por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. Isto porque o beneficiário precisa provar que está vivo, como forma de dar mais segurança ao próprio cidadão e ao Estado brasileiro, evitando fraudes e pagamentos indevidos de benefícios.

O projeto piloto vai atrair pessoas que não fizeram a prova de vida até fevereiro, dando-lhes uma nova oportunidade. Os segurados que participam desta primeira etapa receberam contatos por meio de mensagens enviadas por SMS, Central 135 e e-mail. Portanto, se você ou alguém que você assiste está na condição de não ter feito a prova de vida, atente-se a estes meios de comunicação para ver se não houve nenhum contato.

É muito importante que o chamado do INSS seja atendido para que os benefícios não sejam bloqueados pela previdência. A prova de vida digital é uma inovação que poderá facilitar a vida do cidadão, evitando que ele tenha que se deslocar para o banco neste momento de pandemia, onde antes eram realizadas as comprovações. Apesar de se tratar de um projeto piloto, o beneficiário que participar e realizar a prova de vida por biometria terá a exigência cumprida, não sendo considerado um teste.

Além da prova de vida, é fundamental que as pessoas que recebem algum benefício do INSS, como aposentados e pensionistas, mantenham seus dados sempre atualizados junto à instituição. Endereço, telefone e e-mail corretos são importantes para que o beneficiário seja facilmente encontrado quando necessário. A atualização feita pelo aplicativo do Instituto ou pelo telefone 135.

Com todas as informações corretas, a prova de vida realizada, o beneficiário do INSS certamente tem chances menores de ter seus recursos bloqueados ou qualquer outro problema que prejudique o recebimento. Portanto, se você é beneficiário, cuide de seus dados. E se você é filho ou um parente responsável pela pessoa que recebe o benefício, fique atento às exigências.