Quartas do Paulistão continuam com jogos de Corinthians e Santos

Após classificação improvável, Corinthians enfrenta o melhor time do campeonato CRÉDITO: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

As quartas de final do Campeonato Paulista Série A1 continuam nesta quinta-feira (30), com a definição dos dois últimos semifinalistas desta edição. Às 19h, o Red Bull Bragantino, time de melhor campanha, enfrenta o Corinthians, atual tricampeão da competição (2017, 2018 e 2019), no Estádio do Morumbi. Às 21h30, na Vila Belmiro, o Santos, último time a ser campeão antes do tri corintiano (2015 e 2016) recebe a Ponte Preta.

O Timão ainda não convenceu na temporada e passava por um péssimo momento antes da parada em razão da pandemia, com eliminação na Libertadores e campanha fraca no estadual. Durante a pandemia a equipe sofreu com diversos problemas judiciais, porém, na volta da competição, o Timão se reergueu, vencendo o clássico contra o Palmeiras e se classificando posteriormente. O Corinthians se apoia em sua forte defesa, liderada pelo veterano e ídolo Cássio.

Desde que firmou parceria com a Red Bull no meio do ano passado, o Bragantino mudou de patamar, com o título da Série B, contratações milionárias (a principal foi Arthr, ex-Palmeiras) e fez a melhor campanha nesta primeira fase, vencendo Palmeiras e São Paulo e empatando com o Santos, se mantendo invicto contra as equipes da Série A do Brasileirão. O Red Bull Bragantino sabe que, se vencer o Timão, dará mais um passo para se afirmar entre as grandes equipes do país.

Desde a volta das quartas de final do Paulistão, o Corinthians só ficou de fora em 2014 e só caiu nesta fase em 2012, quando foi surpreendido pela Ponte Preta. Desde 2011 o Timão chegou a sete semifinais, cinco finais e foi campeão quatro vezes. O Massa Bruta chegou nas quartas três vezes neste período, sendo eliminado nesta fase todas as vezes, em 2012, 2014 e 2018, sendo que a última foi justamente contra o Corinthians, quando venceu o primeiro jogo por 3 a 2, mas perdeu na volta por 2 a 0.

O último jogo entre eles com mando do Bragantino foi justamente na ida das quartas de final em 2018, sendo que aquela partida também foi disputada em São Paulo, mas no Estádio do Pacaembu. A vitória do Massa Bruta por 3 a 2 teve gols de Matheus Peixoto, Vitinho e Ítalo, com Balbuena e Pedrinho marcando para o Timão. A última vitória corintiana como visitante foi no Paulistão de 2015, quando venceu por 1 a 0, gol de Vágner Love.

Na Vila Belmiro, Santos e Ponte decidem o último semifinalista. O Peixe, sob o comando do português Jesualdo Ferreira, ainda não convenceu na temporada, mesmo com a classificação em primeiro no Paulista e os 100% de aproveitamento na Libertadores. Além do elenco enxuto, a equipe ainda passa por graves problemas financeiros, que fizeram dois jogadores da equipe (o goleiro Éverson e o atacante Eduardo Sasha) pediram a rescisão do contrato na justiça, diminuindo ainda mais o elenco.

Na Ponte, mesmo com a classificação e os 100% após a volta da competição, a equipe de Campinas fez uma primeira fase fraca, com a pior campanha entre os classificados (13 pontos), pior até que equipes que não se classificaram, como o Novorizontino (19), o rival Guarani (16) e a Ferroviária (15). O destaque da equipe é o goleiro Ivan, com convocações para a Seleção Olímpica e no radar de clubes europeus.

Assim como os rivais São Paulo e Palmeiras, o Santos é a outra equipe que sempre esteve nas quartas de final desde 2011, além de ser a equipe que mais avançou nesta fase, com oito classificações em nove confrontos. A única eliminação foi em 2017, justamente para a Ponte Preta, com cada time vencendo em casa por 1 a 0 e a Macaca avançando os pênaltis, eliminando o Palmeiras na semifinal e parando apenas na final para o Corinthians. Os alvinegro também se enfrentaram nas quartas em 2011 e 2014, com vitória do Santos em ambos os confrontos. A Ponte é que a equipe que, excluindo os grandes, mais vezes chegou nas quartas na última década (seis vezes, de 2011 a 2015 e em 2017), chegando a semifinal em 2012 e 2017.

O último jogo entre os alvinegros na Vila Belmiro foi no Brasileirão de 2016, que terminou com vitória do Santos por 3 a 1, gols de Victor Ferraz, Vitor Bueno e Gabigol, com Roger marcando para a Ponte. O último empate no litoral foi no Brasileiro de 2015, com a partida terminando em 2 a 2, gols de Geuvânio e Ricardo Oliveira (Santos) e Felipe Azevedo e Renato Cajá (Ponte). O último triunfo da Macaca sobre o Peixe em Santos foi no Brasileirão de 2005, quando venceu por 1 a 0, gol de Evando.

Mauro Adamoli