Queixas por falta de coleta de lixo seguem em Piracicaba

Caçamba que receberia somente entulho, passou a receber lixo doméstico no bairro Santa Fé (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

As reclamações por falta de coleta de lixo em Piracicaba não cessam por parte da população. Desta vez são os moradores do bairro Santa Fé que, para se livrar de um problema, acabaram criando outro.

Devido a falta do serviço há mais de uma semana, alguns moradores decidiram usar uma caçamba instalada na rua Rio Doce, que era destinada ao recolhimento de entulhos, para depositar os sacos de lixo doméstico.

Com isso, o lixo acumulado atraiu ratos e insetos, o que tem preocupado os moradores próximos, que temem pela saúde das famílias.

De acordo com o aposentado Adilson Alves de Almeida, o lixo acumulado está quase chegando nas portas das residências. “Temos medo da dengue e de escorpiões, não tem nenhuma lógica essa situação”, afirmou.

Na última sexta-feira, a prefeitura emitiu um comunicado de que a coleta de lixo na cidade estava normalizada, a partir das informações da empresa Piracicaba Ambiental, com quem a administração municipal mantém contrato PPP (Parceria Público Privado) para a prestação do serviço.

No mesmo dia, moradores do Bairro Alto, denunciaram acúmulo de lixo devido a falta de coleta, que segundo eles, se estendia há três dias.

Ontem a prefeitura foi questionada sobre o problema narrado pelos moradores do bairro Santa Fé, porém, até o fechamento desta matéria, não houve retorno por parte da administração municipal.

No comunicado da prefeitura, a Ambiental informou que houve um aumento de 15% na quantidade de lixo neste final de ano em comparação com o mesmo período do ano anterior. “De acordo com a empresa, houve um aumento considerável no volume de lixo domiciliar, aproximadamente 15% em relação ao ano passado no mesmo período”, informou.

Segundo a administração municipal, até meados de dezembro foram coletadas 11.600 toneladas de lixo.

Beto Silva

[email protected]