Rebeca Andrade se classifica para três finais no Mundial de ginástica artística

Brasileira vai disputar três finais no Japão - Crédito foto: Ricardo Bufolin/CBG

Após terminar as Olimpíadas de Tóquio/2020 como a primeira ginasta brasileira a ser campeã olímpica e a primeira atleta do Brasil a ganhar duas medalhas em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos, Rebeca Andrade segue quebrando recordes no Japão. Com 100% de aproveitamento, a atleta garantiu na manhã desta terça, dia 19, as vagas para três finais no Mundial de ginástica artística, que está acontecendo na cidade de Kitakyushu, no Japão.

Rebeca Andrade se classificou para as finais do salto (14.800 de média) e das barras assimétricas (15.100) na liderança. Ela ainda arrancou o oitavo e último posto na decisão da trave, com 13.400 pontos. No próximo sábado, dia 23, às 4h45 (horário de Brasília), a campeã olímpica vai buscar a sua primeira medalha em um Mundial, no salto, e depois busca a final das barras. No domingo, dia 24, tenta um pódio na trave.

“Estou muito feliz porque treinei muito e consegui fazer tudo que me preparei. Estou muito animada para as finais.” – finalizou Rebeca Andrade, que já havia anunciado que não se apresentaria no solo, assim ficando fora também do páreo do individual geral, prova em que é a atual vice-campeã olímpica. Por ser um aparelho que exige bastante dos joelhos, a ginasta optou por se preservar de olho na caminhada até os Jogos Olímpicos de Paris/2024, na França.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + 9 =