Região Metropolitana vai ser votada em agosto, dizem deputados

Gilmar Rotta assume a presidência do parlamento regional

Ontem o Parlamento Regional – com 23 cidades – constituiu mesa diretora; Bebel (PT) tece críticas

A pressão está grande para colocar em votação na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo o projeto de lei para a criação da Região Metropolitana de Piracicaba. Segundo o deputado estadual, Alex de Madureira (PSD), o Projeto de Lei Complementar (PLC) 22/2021, de autoria do Executivo estadual, deverá ser votada na primeira quinzena de agosto.

Ontem pela manhã, o também deputado Roberto de Moraes (CID) estava presente em evento na cidade e também apostou que a metropolização deve sair no mesmo mês. Enquanto isso, a região se articula nos Legislativos municipais para a formalização do Parlamento Regional da Aglomeração Urbana de Piracicaba (Praup). A mesa diretora do parlamento regional foi diplomada ontem (terça-feira) em solenidade no teatro Erotides de Campos com a presença do poder Executivo e deputados. A próxima reunião do Praup está marcada para o dia 14 de setembro, informa a assessoria de imprensa da Câmara local.

A primeira tarefa desses parlamentares, que representam 23 cidades da região, é a de se articular com os deputados estaduais para a aprovação do projeto de lei complementar que cria a Região Metropolitana de Piracicaba. “Aqui se inicia uma nova luta, nós somos fortes, capazes e temos em nossas mãos a força e a representação de 1,5 milhão de pessoas”, destacou Rotta.

Com a apresentação de 11 emendas parlamentares contra uma de Morais – ao projeto da metropolização de Piracicaba, a deputada e líder de bancada Maria Izabel Azevedo Noronha, professora Bebel, questiona a estrutura de governança. “(…) o governo estadual protocolou o PLC 22 na Assembleia Legislativa em regime de urgência, querendo passar à sociedade a impressão de que tem pressa. Contudo, conforme se verifica no parágrafo único do artigo 4º desse PLC, as estruturas da governança interfederativa – a saber, Conselho de Desenvolvimento, Comitê Executivo e Entidade Autárquica – não foram criadas nessa oportunidade, postergando-se essa providência para um futuro Projeto de Lei Complementar, ficando sem definição quando isso ocorrerá.”

MESA DIRETORA

Tomaram posse do parlamento regional: Gilmar Rotta como presidente do Praup; os presidentes das Câmaras de Limeira, Sidney Pascotto (PSC), de Rio Claro, José Pereira (PSD), de Araras, Rodrigo Soares (PSDB), e Elias Fausto, Ronaldo Cezario (MDB) como vice-presidentes; o presidente da Casa de São Pedro, Carlos Eduardo Oliveira, o Dú Sorocaba (PL), como primeiro-secretário; e Jean Carlos Ferreira (CID), presidente da Câmara de Iracemápolis, como segundo-secretário.

Cristiane Bonin

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

12 + 17 =