Regional de Piracicaba supera o Estado em médias do Saresp

Piracicaba tem 29 mil alunos na Diretoria Regional. (Foto: Claudinho Coradini/JP) Piracicaba tem 29 mil alunos na Diretoria Regional. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Secretaria da Educação do Estado divulgou, nesta semana, dados do Saresp (Sistema de Avaliação e Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) referentes a 2018. A Diretoria Regional de Ensino de Piracicaba – que inclui também os municípios de Saltinho, Charqueada, Águas de São Pedro, São Pedro e Santa Maria da Serra – superou o Estado e o interior (outras cidades) no desempenho dos alunos do 3º ano do ensino médio, em Língua Portuguesa. Dos cerca de 33.000 alunos da Diretoria, aproximadamente 29.000 são da cidade de Piracicaba. Em Português, a Diretoria Regional de Piracicaba ficou com a média de 281,4, o Interior com 281,1 e o Estado com 278,8. Em Matemática, a Diretoria Regional de Piracicaba teve média 283,3, superando o Estado que ficou com 278,6, porém o destaque foi para o Interior, com 285,5.

Já o desempenho em Matemática dos alunos da 5ª série do ensino fundamental da Diretoria Regional de Piracicaba ficou acima da média com 249,3, seguido pelo Interior (242,9) e pelo Estado (224,4). Os alunos do 9º ano também se destacaram em Matemática: Diretoria Regional de Piracicaba (263,3), Interior (260,8) e Estado (255,6). Em Língua Portuguesa: Diretoria Regional (254,3), Interior (250,7) e Estado (249,6). “Em termos globais, os números mostram que estamos iguais ou superiores. Os resultados apresentam crescimentos, mas temos muito a crescer, intensificar as ações”, avalia o diretor regional de Ensino de Piracicaba, Fábio Negreiros.

ESTADO

Os dados do Saresp e do Idesp apontam que o índice de proficiência dos alunos do 9 º ano do ensino fundamental da rede estadual de São Paulo em Matemática está abaixo do esperado e é equivalente aos dos estudantes do 6º ano do mesmo ciclo. Em Língua Portuguesa, os 278,8 pontos de proficiência alcançados pelos alunos na 3ª série do ensino médio era o esperado para o 9º ano do ensino fundamental. O resultado mostra que 45% dos alunos que finalizam a educação básica não conseguem realizar tarefas de leitura.

 

Eliana Teixeira