Religiões de matriz africana da região debatem inter-religiosidade e demanda por políticas públicas

Foto: Divulgação

Evento é às 16h, no sindicato dos servidores, no Centro

Acontece hoje, às 16h, um bate-papo sobre inter-religiosidade e políticas públicas para Religiões de Terreiro. O encontro será na sede do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e marca o feriado municipal, dia de Imaculada Conceição e de Dia de Oxum – uma deusa africana ligada aos rios e cachoeiras. A reunião é aberta a todos e foi idealizada pelo Babalorixá Eduardo de Oxumarê (sacerdote do Igbà Omi Asè Afojidan e Comunidade Lua Branca, de Piracicaba), vereadora Rai de Almeida (PT) e professor Adelino Francisco de Oliveira, coordenador da pós-graduação em Educação em Direitos Humanos do Instituto Federal de São Paulo, campus Piracicaba. O sindicato fica na rua Ipiranga, 553, Centro.

A reunião tem como foco fazer uma conversa entre importantes lideranças e autoridades das Religiões de Terreiro e Piracicaba e de outras cidades. Na mesa de debates estarão autoridades ilustres como a Mãe Dango, sacerdotisa que rege a Casa do Arco-Íris, do Candomblé Angola (Hortolândia); Pai Rubens Baccan, também de Hortolândia e sacerdote pertencente à tradição Omolocô; e Pai André Toledo, sacerdote de Umbanda de Piracicaba, da Casa Templo de Umbanda União dos Orixás, dentre outros.

O encontro marca também a proposta de se reverenciar as vozes daqueles que lutam contra o preconceito e a intolerância contra as religiões de matriz africanas. Nesse sentido, a vereadora Rai de Almeida destaca que “é urgente a construção de uma outra ética para uma nova sociabilidade que reconheça a dignidade das Religiões de Terreiro, aberta à toda diversidade social numa visão e perspectiva antirracistas e livres das formas arraigadas de preconceitos”.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × 1 =