Revelando SP: Piracicaba marcará presença com manifestações culturais

Foto: Divulgação

Evento acontece de 20 a 24 de julho e conta com atividades artísticas regionais

O projeto Revelando SP anunciou os 280 participantes da edição deste ano, entre eles, manifestações culturais de Piracicaba, como o Saberes do Pé do Tambu, Samba de Lenço “Mestre Antônio Carlo Ferraz” e o 9º Festival Afropira. O evento, que este ano volta ao formato presencial, será realizado de 20 a 24 de julho, no Parque da Água Branca, em São Paulo.

Lançado em 1997, o Revelando SP tem por objetivo fomentar as tradições culturais que ajudam a contar parte da nossa história por meio de manifestações artísticas, como artesanato, música, dança e gastronomia.

A ação faz parte do #JuntosPelaCultura, programa de difusão cultural ligado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo e gerido pela organização social Amigos da Arte. Este ano, R$ 6 milhões serão investidos no programa. A expectativa do #JuntosPelaCultura é de um impacto econômico de R$ 71 milhões com geração de empregos diretos e indiretos.

“A cultura é um dos principais ativos de São Paulo. Gera 3,9% do PIB estadual e um milhão e meio de empregos diretos. Tem alto impacto na geração de inclusão e desenvolvimento e um vasto potencial de crescimento. É por isso que o Governo de São Paulo tem o maior conjunto de programas de fomento à cultura do Brasil em nível estadual e, mais uma vez, com um valor recorde. O valor de 2022 representa 4 vezes o que foi investido no ano passado, quando tivemos 12 chamadas públicas e R$10,64 milhões em recursos. Este ano o impacto econômico do programa está previsto em R$71 milhões, contra R$17,2 milhões de 2021”, afirma o secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio de Sá Leitão.

“A Secretaria de Cultura do governo de São Paulo tem apostado no setor com uma política cultural que vai muito além de financiar projetos, o #JuntosPelaCultura tem um valor intrínseco de gerar oportunidades para o desenvolvimento de parcerias entre governo, municípios, organizações e artistas”, comenta Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte.

Fernanda Rizzi
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três − dois =