Rua do Porto é o lugar mais adorado para 20% dos piracicabanos

Pesquisa encomendada pelo JP foi feita pela Interativa Pesquisa e ouviu 400 pessoas entre os dias 10 e 17. (foto: Amanda Vieira/JP)

A Rua do Porto foi a resposta dada por 20% dos piracicabanos quando perguntados sobre o que mais gostam na cidade. A pesquisa foi desenvolvida entre os dias 10 e 14 deste mês e ouviu 400 pessoas.

As respostas espontâneas incluem ainda: tudo o que há na cidade, com 11,6%, os pontos turísticos que receberam 8,9% das citações e o rio Piracicaba que obteve 7,6% das referências dos entrevistados. A pesquisa foi desenvolvida pela Interativa Pesquisas a pedido do Jornal de Piracicaba.

Segundo o diretor da empresa, Alejandro Gonzales, a metodologia do estudo dividiu a cidade em cinco regiões, a fim de que a cidade fosse representada proporcionalmente na pesquisa. Quanto ao resultado, Gonzalez explicou que as respostas foram espontâneas e o entrevistado não recebeu nenhum estímulo para apresentar a resposta. “A referência à rua do Porto mostrou bem o sentimento do piracicabano”, observou. “Entre tudo o que a poderiam responder, a rua do Porto é citada por um quinto da população, isso é muito significativo”, acrescentou.

Gonzales observa que a citação aos outros itens por parte dos entrevistados, também remetem à rua do Porto, como o rio e os pontos turísticos. Para ele, se a pesquisa fosse estimulada, o local receberia mais de 50% no resultado final.

DESAFIOS

A secretária da Ação Cultural e Turismo de Piracicaba, Rosângela Camolese, aponta que o projeto mais desafiador, dadas as circunstâncias econômicas do país, é manter o complexo da Rua do Porto funcionando com qualidade, seja por meio da estrutura pública que a área contempla, seja por meio das atividades que atraem o turísta. Segundo ela, a cidade cresceu às margens do rio Piracicaba, assim, grande parte dos atrativos se concentram na Rua do Porto, tornando-a referência quando se fala em turismo, cultura e lazer. “Há muitos atrativos gratuitos, uma natureza exuberante, muitas opções de gastronomia, propiciando atratividade perene e que cresce à medida que ganhamos mais notoriedade.”, afirmou.

Outra ação relevante é desenvolver o turismo por meio da regionalização. Pertencemos à Região Turística Serra do Itaqueri, formada por treze municípios, que trabalham em prol do desenvolvimento regional e da promoção de suas características locais e de grande interesse turístico.

foto: Amanda Vieira/JP

MORAR EM PIRACICABA É BOM PARA 67% DOS ENTREVISTADOS

A maioria dos piracicabanos entrevistados pela Interativa Pesquisas avalia como boa a vida na cidade. Nessa pesquisa, os entrevistados foram estimulados a escolher uma das alternativas à pergunta: “Como o senhor (a) avalia a sua vida em Piracicaba?

As alternativas apresentadas para a resposta foram ótima, boa, regular, ruim e péssima. Das 400 pessoas entrevistadas, 67% deram o conceito boa. Na sequência, as atribuições ficaram com 14% de ótima, 15% regular e 2,48% ruim. Não houve referência à opção péssima.

O diretor da empresa responsável pela pesquisa – encomendada pelo Jornal de Piracicaba – Alejandro Gonzalez desataca que as referências dos entrevistados é quanto a qualidade vida na cidade.

Ele explicou que o município foi dividido em cinco regiões. Já os entrevistados foram divididos por sexo (200 homens e 200 mulheres), com idades de 16 a 60 anos ou mais.

Quanto ao grau de escolaridade, 40% dos entrevistados têm ensino médio completo, 21% fundamental incompleto, 25% cursaram os ensinos fundamental e médio completo, 12% possuem nível superior completo ou incompleto e 2% não sabe ler.

Ainda com relação ao perfil dos entrevistados, 49% são católicos, 27% evangélicos, outras religiões somam 6% e 18% não têm religião.

Beto Silva
[email protected]