Santos acerta a venda de Éverson para o Atlético Mineiro

Éverson disputou 51 jogos com o Santos e sai pela porta dos fundos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Após derrotar o Atlético-MG pelo placar de 3 a 1 na noite da última quarta-feira (9), o Santos acertou com os mineiros a venda do goleiro Éverson. O Peixe receberá por agora seu ex-arqueiro, R$ 6 milhões mais o volante José Welison, que chega em definitivo para o litoral, com o Alvinegro Paulista ficando com 50% dos direitos econômicos do jogador.

A saída do goleiro começou a ser especulada no dia 19 de julho, dias antes da volta das competições, que estavam paradas em razão da pandemia de covid-19. Éverson pediu a rescisão de seu contrato, sob alegação de atrasos nos salários, direitos de imagem e não recolhimento do FGTS, no que custaria R$ 7 milhões ao clube praiano. Tal ação motivou o atacante Eduardo Sasha, que, no dia seguinte, também pediu a rescisão de contrato pelos mesmos motivos.

O Santos tinha a suspeita de que os atletas estavam sendo persuadidos pelo próprio Atlético-MG, do ex-técnico do Peixe, Jorge Sampaoli, para chegarem a Belo Horizonte sem custos. Ambos foram afastados do elenco e começaram a treinar separados. Santos, Sasha e Atlético-MG (que realmente estava interessado no jogado) se acertaram antes da audiência marcada para resolver essa situação, com o atleta sendo vendido ao Alvinegro de Minas Gerais.

Em relação a Éverson, sua rescisão contratual foi recusada pela justiça, e o atleta disse que estava arrependido da ação e pediu uma nova oportunidade “para reescrever sua história no clube”. O técnico Cuca reintegrou o atleta, mas deixou apenas como a quarta opção para o gol, atrás do hoje titular João Paulo, Vladimir e John, respectivamente.

No começo da semana houve uma reviravolta, com o Atlético-MG e Santos se acertando pelo jogador, faltando apenas detalhes burocráticos para ser anunciado oficialmente.

Éverson chegou a Vila Belmiro no começo do ano passado, quando foi contratado do Ceará-CE por R$ 4 milhões por 80% de seus direitos econômicos. O goleiro chegou a pedido de Sampaoli (treinador na época) para disputar posição com Vanderlei, ídolo da torcida do Peixe, que, em razão de ser preterido pelo argentino, foi vendido ao Grêmio-RS. Éverson disputou 51 partidas com a camisa do Santos em 19 meses.

Mauro Adamoli