Clássico acontece antes da estreia dos rivais na Libertadores. (Crédito: Cesar Greco)

Santos e Palmeiras se enfrentam hoje, às 16h, no único jogo do dia da oitava rodada do Campeonato Paulista Série A1 2020. A partida será no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, com mando do Peixe, que joga para se manter como o líder do grupo A, enquanto que o Verdão precisa da vitória para ultrapassar o Santo André e ficar na liderança do Grupo B e do Paulistão.


Vindo de duas partidas mostrando um fraco futebol e sem marcar gols (empatou com a Ferroviária em 0 a 0 e perdeu para o Ituano por 2 a 0), o Santos chega pressionado para o clássico, precisando vencer e mostrar um bom futebol. Mesmo vindo de resultados adversos, o zagueiro Luan Peres disse que a equipe precisa superar esse momento para triunfar diante do rival. “Independentemente de tudo, temos que estar prontos. Aqui é o Santos, um clube que está acostumado a jogar Libertadores e Paulistão. Temos que estar mais que preparados. Sabemos da importância e do peso que essa camisa tem. Agora é trabalhar e continuar treinando para enfrentar o Palmeiras e depois pensar na Libertadores”, comentou o defensor.


O Verdão, que vem de três vitórias seguidas, tem a expectativa de ter a estreia do ponta-esquerda Rony, segunda maior contratação da história do clube, vindo do Athletico Paranaense. O atleta, que jogou a Supercopa do Brasil pela equipe paranaense, já se colocou a disposição da equipe e do técnico Vanderlei Luxemburgo. “Me sinto preparado para atuar, será uma briga sadia. Estou treinando forte para buscar o meu espaço, sempre respeitando todos os meus companheiros. Sempre darei o meu melhor para buscar o meu espaço em campo e quero estrear no clássico deste sábado.

Espero que a documentação seja feita logo, uma vez que quero mostrar o porquê eu vim”, detalhou o atleta.


Após a partida do Paulistão, os rivais viajam para a Argentina, onde estreiam na Taça libertadores na semana que vem. Na terça-feira (3), às 19h15, o Santos enfrenta o Defensa y Justicia-ARG, no Estádio Norberto Thomagello, em Florencio Varela. No dia seguinte (4), também às 19h15, o Palmeiras joga contra o Tigre-ARG, no Estádio José Dellagiovanna, em Victoria.


O último confronto entre Santos e Palmeiras no Pacaembu foi no Brasileirão do ano passado, com mando do Verdão, que venceu o confronto por 4 a 0, gols de Gustavo Gómez, Deyverson, Raphael Veiga e Hyoran. Pelo Paulistão de 2018, os rivais se enfrentaram nas semifinais, sendo que as duas partidas foram disputadas no Pacaembu. A primeira, com mando do Santos, terminou com vitória Alviverde por 1 a 0, gol de Willian. Na segunda, com o Verdão como mandante, o Alvinegro venceu por 2 a 1, gols de Sasha e Rodrygo (Bruno Henrique marcou o de honra palmeirense). A partida foi para os pênaltis, na qual o Palmeiras venceu por 5 a 3 e se classificou para a final.

Mauro Adamoli

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − sete =