Santos encara a Inter de Limeira do ídolo Elano

Elano reencontrará o Santos pela primeira vez desde sua saída do clube em 2017 (Foto: Divulgação)

Após conquistar sua primeira vitória no Paulistão Série A1 2020, o Santos volta a campo hoje, às 19h15, para enfrentar a Inter de Limeira, que também vem de seu primeiro triunfo na competição, sendo o primeiro desde que conquistou o acesso. A partida será na Vila Belmiro e o Peixe empatou com o Red Bull Bragantino e venceu o Guarani, enquanto o Leão, que enfrentou os mesmos adversários, conquistou os resultados inversos: tropeçou contra o Bugre, mas venceu o Braga.

Titular pela primeira vez desde que retornou de empréstimo da Chapecoense-SC, o atacante Arthur Gomes se mostrou surpreso com a chance de iniciar entre os 11 tão cedo. “Sendo sincero, não imaginava ser titular já neste segundo jogo. Mas eu trabalho no dia a dia para estar pronto quando a chance aparecer. E foi o que aconteceu. O professor Jesualdo precisou de mim e fico muito feliz por retribuir, ajudando a equipe a conquistar o triunfo. É bom demais voltar ao clube e ainda fazendo gol”, destacou o atacante.



Bicampeão brasileiro e campeão da Libertadores com o Santos, será a primeira vez em que o ídolo Elano, técnico da Inter, enfrentará o Peixe desde sua aposentadoria. “O Elano foi um cara importantíssimo na minha carreira. Quando subi para o profissional, em 2016, ele ainda estava jogando e sempre me dava dicas dentro das quatro linhas. Meu primeiro jogo como titular no Santos FC foi com ele no comando. Sou muito grato por tudo que ele já fez por mim”, disse Arthur Gomes.

O último confronto entre Santos e Inter de Limeira foi disputado no Paulistão de 2005, no qual o Peixe venceu por 1 a 0, gol de Deivid, na Vila Belmiro. A última vez em que o Leão limeirense derrotou o Alvinegro Praiano foi em 1986, quando venceu três dos quatro confrontos daquele ano. A segunda partida, em Santos, foi válida pela semifinal daquele ano e terminou com vitória da Inter por 2 a 0, gols de Kita e Gilberto Costa. Naquele ano, o Leão eliminou o Santos e conquistou seu único paulista ao derrotar o Palmeiras na decisão.

Mauro Adamoli