São Bento do Sapucaí e sua natureza

Foto: Geraldo Francisco da Silva

Cidade é roteiro obrigatório na Serra da Mantiqueira por sua paisagem, acolhida, cultura e gastronomia

Em uma das áreas verdes mais preservadas da Serra da Mantiqueira, com 3.145 hectares de área protegida, está localizada a cidade de São Bento do Sapucaí. Em uma região típica montanhosa, o município abriga o complexo da Pedra do Baú, o maior ícone da Mantiqueira, conhecido como Monumento Natural Estadual da Pedra do Baú. Apesar da referência, São Bento do Sapucaí é muito mais que a Pedra do Baú. Lá, a natureza se faz presente onde quer que o visitante vá porém, há outros atrativos, que vão da gastronomia a hospitalidade.

São Bento também se destaca no desenvolvimento rural sustentável, unindo agricultura, fruticultura e pecuária como um dos principais propulsores da economia, tendo sua produção local cada vez mais fortalecida, como destaca o engenheiro ambiental e empresário Valdir Pereira Ramos Filho.

“Apesar de manter as características rural, a cidade é bem estruturada com plano diretor e de turismo”, apontou.

CULTURA

Ao visitar São Bento do Sapucaí, é necessário desmistificar o conceito de ‘cidade do interior’. O município tem um calendário anual recheado de festas tradicionais como o Carnaval familiar “Tem Folia na Montanha” e o festival “Inverno na Serra. A cidade preserva a questão cultural com suas igrejas, festas religiosas, comida típica ao mesmo tempo em que faz uso da tecnologia como ferramenta de atendimento ao turista.

Prova disso, é o fato de ser a única cidade da Mantiqueira a possuir um museu a céu aberto. O local é acesso virtualmente, o visitante pode percorrer vários pontos da cidade, antes de chegar ao destino.

Nesta plataforma, o internauta encontra vídeos de moradores locais contando relatos e histórias; textos; fotos; acervo; o Audioguia “Caminhos da Memória”, um roteiro guiado sobre São Bento do Sapucaí contado pelos próprios moradores e muita informação sobre a Serra da Mantiqueira.

De acordo com a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Walkyria Ferraz, São Bento do Sapucaí tem a cultura enraizada e bem preservada desde a conversa com as pessoas, que mantêm o jeito tranquilo e hospitaleiro de cidade pequena para receber, quanto em sua arte e artesanato.

A cidade conta também com duas fortes associações de artesanato “Arte no Quilombo” e “Arteben”, onde se destacam a produção com palha e fibra de bananeira e de milho, sendo de renome estadual. Nessas associações, os moradores são responsáveis pela produção e venda dos artesanatos.

HOSPITALIDADE

Chegar aos restaurantes, hotéis e pousadas de São Bento é como ser o visitante mais esperado. Na maioria das vezes, os proprietários dos estabelecimentos dão as boas vindas e o visitante se sente em casa. O empresário Rogério Corrêa da Silva, é um dos anfitriões no Bristô restaurante, no Centro da cidade, que além da boa gastronomia, possui uma variada carta de vinhos.

O casal Vera Ribeiro e Antônio Gomes Batista, abrem as portas e as oliveiras da Fazenda Santo Antônio do Bugre, onde é produzido o Oliq, azeite de alta qualidade. Em uma construção moderna, os visitantes são convidados a conhecer todas as etapas do processo de fabricação e passear entre os onze mil pés de oliveiras que se espalham entre as encostas das montanhas, que frutificam entre os meses de outubro a janeiro.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezessete − dezessete =