presídios
Governo do Estado adquiriu 431 pistolas ponto 40. (Divulgação)
Governo do Estado adquiriu 431 pistolas ponto 40. (Divulgação)
Os agentes de segurança penitenciária das unidades prisionais de Piracicaba deverão receber novas armas nos próximos dias. A CRC (Coordenadoria da Região Central), recebeu na última sexta-feira (20), 431 pistolas .40, da marca Imbel, destinadas a completar o arsenal bélico das unidades prisionais e substituir o revólver calibre 38. Por questões de segurança, a SAP (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) não informou quantas armas seriam encaminhadas para a Penitenciária Masculina, CDP “Nelson Furlan” e CR (Centro de Ressocialização) feminina “Carlos Sidnes de Souza Cantarelli”.
No total, a SAP recebeu mais 2.300 pistolas .40 e 42 fuzis 556 na Sede da Pasta. As novas armas têm como objetivo reforçar o armamento nos serviços de vigilância de muralhas das unidades penais de regime fechado e de escolta de presos, o que representa, para o secretário Lourival Gomes “um grande investimento na área de segurança”. As novas armas estão sendo distribuídas para as unidades penais de regime fechado de todo o Estado.
 
REEDUCANDOS — A Escola Estadual “Dr. Alfredo Cardoso, no bairro Alto, recebeu um novo visual através das reeducandas do CR, em julho, que foram selecionadas para receber qualificação profissional por meio de programa da SDECTI (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado), que oferece aulas práticas de pintura em prédios públicos. Foram 61 escolas públicas no Estado envolvidas no projeto com participação de 1.550 ressocializandos do regime semiaberto de 49 presídios, que foram selecionados para receber qualificação profissional.
Segundo a SAP, a ação, iniciada em 2016, já qualificou 27.115 reeducandos e contemplou 210 escolas (números já incluindo as escolas que estão sendo pintadas neste mês) e outros 290 equipamentos públicos, entre eles, hospitais. Nas unidades prisionais subordinadas à CRC, o curso começou no dia 11 de julho, com aulas teóricas, e a previsão para o término das aulas práticas é dia 24 de julho. Mais de 350 reeducandos da CRC estão recebendo a capacitação, sendo 25 por unidade.
Os cursos possuem dois módulos, divididos em 25/horas de aulas teóricas e 75/horas de práticas. As cidades foram escolhidas de acordo com a demanda de reeducandos na região.
(Cristiani Azanha)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 + três =