Saúde prevê 360 castrações de cães e gatos para janeiro

Pasta alerta também para casos de abandonos de animais nessa época do ano | Foto: Amanda Vieira/JP

Para o mês de janeiro, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) prevê 360 castrações, sendo 240 vagas para a população em geral e outras 120 reservadas para ONGs protetoras de animais. Os agendamentos devem ser feitos nas unidades da atenção básica a partir da próxima segunda-feira (21). Para a segunda quinzena do mês, a agenda será aberta a partir de 14 de janeiro.


Com a chegada das festas de fim de ano, outro cuidado que a população deve ter é com a proteção dos cães e gatos, evitando desaparecimento e denunciando maus tratos e abandonos à Polícia Militar (190). De acordo com a SMS, com as festas e viagens das famílias, o índice de abandono chegam a crescer em torno de 30% nessa época. A pasta atribui dois fatores a essa ação criminosa.

LEIA MAIS:


“Os fogos de artifícios são um grande problema, especialmente para os cães, sensíveis ao barulho alto, que deixa o animal irritado e, por isso, tentam fugir da situação de estresse. Quando escapam, nem sempre são resgatados pelos familiares”, alerta a SMS em nota.

Outra questão é a viagem sem planejamento de onde deixar o animal. “Na última hora, acaba abandonando o animal à própria sorte em casa, soltam na rua, estradas ou locais ermos. Animais domésticos abandonados podem ser atropelados, sofrer maus-tratos, passar fome, sede e nunca ais conseguir um novo lar. Sendo assim, é fundamental que a sociedade se sensibilize para esses fatores e denuncie os casos de abandono junto à Polícia Militar, já que se trata de maltrato, considerado crime previsto em legislação federal”, lembra a pasta.

A nota lembra que é preciso ficar atento à questão do abandono de animais na cidade, além de ser crime, porque as baias do canil e gatil do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), serviço responsável pelo resgate de animais abandonados e vítimas de maus-tratos, estão lotadas “e não há espaço para acolhimento de mais nenhum animal resgatado na rua durante este período”, complementa.

Andressa Mota | [email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete + oito =