Sedema permite passeio com pets na Rua do Porto

Região do parque e da Rua do Porto poderão receber pets. (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

Após 90 dias de projeto-piloto, pets foram permitidos de passearem junto a seus donos na Rua do Porto. Neste período também foi realizada pesquisa de opinião com os usuários do local, a qual apontou aprovação da população para a decisão, que foi tomada pela Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) após reunião do secretário José Otávio Machado Menten com técnicos de quatro outras secretarias da Prefeitura, quando puderam discutir sobre a pesquisa.


De acordo com o secretário, no primeiro momento, a Sedema teve por objetivo atender aos anseios da população num projeto-piloto. Assim, neste período, em consultas da Sedema, seja pelo SIP (Sistema de Informação para a População) 156, WhatsApp e manifestações espontâneas dos usuários, 730 pessoas foram ouvidas. Do total, 657 aprovaram a liberação – o que significa 90% dos participantes, e 73 foram contra.


Mesmo com o resultado positivo, segundo informou a Secretaria, as opiniões contrárias também foram analisadas. Assim, a Sedema reforçou a campanha com folhetos e banners em todo o parque, alertando os donos dos pets das regras de convivência, principalmente a questão do recolhimento das fezes, uso permanente de guia e coleira e focinheira nos animais de grande porte.

Sedema realizou pesquisa com a população, que apoia a decisão. (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

OPINIÃO
Os usuários do parque poderão continuar dando opinião a respeito dos pets pelo telefone SIP 156. “Por se tratar de um espaço público, as pessoas têm o direito de opinar sobre o convívio no mesmo espaço. Queremos continuar sendo transparentes e precisamos da opinião de todos”, afirmou Menten.

Da Redação