Seleção de OS para gerenciar UPA Piracicamirim ocorre na próxima terça, anuncia prefeitura

(Crédito: Claudinho Coradini/JP)

Valor estimado de contrato é de R$ 8 milhões e prazo inicial de vigência será de 90 dias.

A Prefeitura de Piracicaba programou para a próxima terça-feira (13) a seleção da Organização Social (OS) que vai gerir a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Piracicamirim – Pronto Socorro “Dr. Fortunato Losso Neto”. A data da abertura de envelopes foi anunciada no Diário Oficial do Município, na última terça-feira (6).

De acordo com a publicação, a escolha será por meio de processo de chamamento público simplificado, que já está aberto.

A OS que for selecionada vai fazer o gerenciamento, operacionalização e a execução dos atendimentos dos casos de Covid-19 e síndromes respiratórias agudas 24 horas/dia na unidade, segundo a prefeitura.

O valor máximo estimado para o contrato é de R$ 8 milhões e as organizações interessadas devem estar previamente qualificadas junto à administração municipal.

O prazo inicial de vigência do contrato será de 90 dias (três meses), contados da emissão da Ordem de Serviço, emitida pela Secretaria Municipal de Saúde.

Ainda conforme a prefeitura, caso haja permanência da situação de calamidade sanitária, a vigência do contrato poderá ser renovada por até igual período, por acordo entre as partes e desde que comunicada com antecedência mínima de 30 dias.

Até o momento, sete organizações estão qualificadas pela prefeitura para participar do processo:

  • Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde
  • Beneficência Hospitalar de Cesário Lange
  • Centro de Gestão e Controle
  • Instituto de Gestão Administração e Treinamento em Saúde
  • Agência Regional de Gestão da Organização Social
  • Instituto Diretrizes
  • Hospital Mahatma Gandhi

TERCEIRIZAÇÃO

Um grupo de servidores da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Dr. Fortunato Losso Neto, no Piracicamirim, fizeram manifestação contra a terceirização da unidade anunciada pela Secretaria de Saúde, no último dia 29. Usando roupas pretas, os funcionários questionam o impacto na população com a mudança da gestão.

O ato durou 15 minutos e foi realizado em frente ao Centro Cívico. A reportagem do Jornal de Piracicaba esteve no local. Uma servidora que não quis se identificar disse que há muitas dúvidas com relação a terceirização anunciada pela administração. Entre os pontos questionados está a qualificação dos funcionários que irão atuar na unidade. Um documento circulou nas redes sociais com as críticas sobre a iniciativa da prefeitura.

A UPA conta com 184 profissionais, além de outros que realizam serviços extraordinários, para cobertura de escalada. A secretaria não comentou o ato dos servidores.

OBRA

A construção do Anexo à UPA Piracicamirim, em andamento, vai ampliar em 42 o número de novos leitos disponíveis para atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19. O investimento no anexo será de R$ 5.350.692,61 e a empresa responsável é a Cesar Container Eirelli.

Atualmente, a UPA “Dr. Losso Netto” tem 1.500m² de área construída. O terreno vizinho com cerca de 1.000 m², localizado na rua Mato Grosso, vai receber as obras do anexo em 600m² de área construída.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × 4 =