Sem licitação e por R$39,5 mi prefeitura renova com TUPi

Segundo Caixeta, audiências públicas de concessão devem começar apenas no 2º semestre (Foto: Alessandro Maschio/JP)

Com mais esse contrato, a Prefeitura de Piracicaba assina o terceiro com dispensa de certame

A Prefeitura de Piracicaba ainda não finalizou o processo de edital para abertura de licitação de concessão do transporte coletivo na cidade e desde maio de 2020 o serviço oferecido à população é por meio de contrato emergencial. Pela terceira vez, a prefeitura contrata os serviços da TUPi, a partir de 12 de maio, com vigência de 180 dias e pelo valor de R$ 39,5 milhões. De acordo com o secretário da Semuttran (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes), José Vicente Caixeta Filho, a nova licitação do serviço público de transporte coletivo urbano de passageiros está em fase de análise técnica.


Foram recebidos projetos das pessoas físicas e jurídicas, que foram habilitadas para participarem do PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) do serviço. Essas propostas estão em processo de análise pelos técnicos do Departamento de Transportes Públicos da Secretaria e a expectativa é que no início do segundo semestre comecem as audiências públicas necessárias para a licitação. A prefeitura informou ter realizado cotação com 12 empresas do ramo de transporte para a licitação do novo contrato emergencial do transporte público. Cinco empresas enviaram as propostas e, destas, a Trans Acreana (TUPi) foi a que apresentou o melhor preço.


De acordo Caixeta, a empresa vai oferecer uma frota mais nova que a atual, com veículos 100% acessíveis (todos equipados com elevadores para transporte de pessoas com deficiência). Atualmente, a frota do transporte público municipal é composta por 147 ônibus.


Um das novidades é que, nas linhas troncais, as que ligam os terminais dos bairros – Vila Sônia, Piracicamirim, Pauliceia, São Jorge e Eldorado/Cecap – ao Terminal Central de Integração (TCI), haverá 38 ônibus especiais, nas cores azul e branco, diferentes do padrão da Trans Acreana TUPi. Esses 38 veículos, que devem começar a rodar em 30 dias, serão equipados com wi-fi e tomadas USB, para maior conforto dos usuários.


APLICATIVOS
A empresa também já disponibilizou ontem (07), o aplicativo Bus2. Por meio desse aplicativo, o usuário pode saber, em tempo real, a posição do ônibus que vai utilizar, traçar a rota de origem e destino, além de poder consultar todas os horários das linhas, entre outras vantagens.
De acordo com Caixeta, um outro aplicativo, que poderá ser baixado por meio de QR-Code, que estará em cartazes afixados nos terminais e nos ônibus, os usuários poderão deixar suas sugestões e críticas sobre o transporte público de Piracicaba e contribuir para a melhoria do serviço.
“São medidas que visam incrementar a qualidade do serviço de transporte coletivo por ônibus que será oferecido à população de Piracicaba”, reforça Caixeta.

da Redação

Leia Mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 − 11 =