Sem medicamentos, castrações são suspensas

Estoque atual é mantido para casos de urgências e emergências do canil e do gatil da prefeitura. (Foto: Divulgação)

O agendamento de castrações de cães e gatos realizadas pelo Canil Municipal, do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Piracicaba, órgão ligado à Secretaria de Saúde, precisou ser suspenso. De acordo com Eliane de Carvalho Silva, coordenadora do centro, devido à pandemia do coronavírus, faltam no mercado, para reposição, medicamentos e insumos que são utilizados para o procedimento.

Segundo ela, os medicamentos em estoque são racionados para garantir o tratamento dos animais que estão acolhidos no CCZ e casos de urgência e emergência.

“Este desabastecimento se dá no momento devido ao grande número de tratamento de pacientes acometidos pela covid-19. São anestésicos e relaxantes musculares que também são utilizados em humanos na rede de Saúde, assim como luvas de procedimento, por exemplo, que estão no limite”, disse Eliane.

As pessoas que já agendaram a castração do seu animal para os próximos dias não perderão a vez. “Quando adquirirmos os medicamentos, os primeiros a passarem pelo procedimento serão os que já foram agendados. Eles não vão perder a castração”, afirmou Eliene.

“Regularizando estes atendimentos, vamos abrir novos agendamentos”, completou a coordenadora do CCZ.

Segundo dados do CCZ, são castrados cerca de 600 animais mensalmente, sendo 400 cães e 200 gatos.

“Ainda temos alguns medicamentos, mas eles precisam estar disponíveis para os atendimentos de urgência e emergência do canil e gatil, como em casos de atropelamentos e de animais vítimas de violência”, explicou Eliane.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 × cinco =