Série D: Campinense-PB e América-RN perdem chances e ficam no zero
Fonte: Agência Brasil

A ausência de pontaria de Campinense-PB e América-RN explica o empate sem gols desta sexta-feira (27), no estádio Governador Ernani Sátyro, o Amigão, em Campina Grande (PB). Paraibanos e potiguares criaram várias oportunidades, mas as desperdiçaram com a mesma facilidade. O duelo pela 14ª e última rodada da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro teve transmissão ao vivo da TV Brasil.

O resultado pouco impactou os times, que estavam com os destinos sentenciados. Líder do Grupo 3, o América foi a 28 pontos, enquanto o Campinense, com 15 pontos, despediu-se da Série D com o sexto lugar da chave. O Mecão, que segue na competição, enfrenta na segunda fase o Coruripe-AL, quarto colocado do grupo 4. As datas e horários das partidas de ida e volta ainda serão anunciados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Apesar de ter a ponta da chave assegurada antes de a rodada começar, o técnico Paulinho Kobayashi mandou a campo um América com força (quase) máxima. O volante Felipe Guedes, suspenso na vitória por 2 a 1 sobre o Floresta-CE no último domingo (22), era o único desfalque. No Campinense, além de três ausências por lesão que atrapalharam o time na rodada anterior, o técnico Luciano Silva teve a baixa de cinco atletas, dispensados após a derrota por 2 a 1 para o Afogados-PE, no sábado passado (21), que decretou a eliminação da Raposa.

Mais completo, o Mecão foi melhor no primeiro tempo. Logo aos três minutos, o atacante Wallace Pernambucano, de cabeça, obrigou o goleiro Waldson a uma difícil defesa. Aos 23, em outra bola na área, o atacante Dico escorou por cima. O Campinense só chegou com perigo aos 16 minutos, em finalização cruzada do atacante Matheus Regis, defendida pelo goleiro Vítor Paiva. A Raposa até melhorou após a paralisação do jogo para hidratação dos atletas, mas sem criar lances de grande perigo.

Apesar do calor de 32ºC, os times voltaram do intervalo acelerados, mas com a pontaria descalibrada. Aos sete minutos, o meia Rondinely, da entrada da área, chutou por cima da meta raposeira. Dois minutos depois, em nova investida do América, o lateral Carlos Renato recebeu pela esquerda e bateu cruzado, rente à trave. O Campinense respondeu aos 11, em arremate do lateral Alex Murici que o atacante Rafael Ibiapino, ao completar o chute, acabou, sem querer, tirando a bola do caminho do gol.

Aos 25, Wallace Pernambucano girou na área, próximo à marca do pênalti, mas bateu alto demais, perdendo outra oportunidade para o Mecão. Aos 31, foi a vez de o Campinense falhar na finalização: Rafael Ibiapino cruzou pela direita e Matheus Regis, com o goleiro americano vencido no lance, cabeceou torto. Nos acréscimos, Matheus Regis recebeu pela esquerda, dentro da área, e chutou cruzado a meia altura, ao lado do gol. Foi a última das inúmeras oportunidades perdidas no Amigão.

Confira a tabela completa da Série D do Campeonato Brasileiro.

Série D: Campinense-PB e América-RN perdem chances e ficam no zero

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 + dez =