Mostra será aberta nesta sexta-feira (26) (Foto: Alexandre Nunis)
Mostra será aberta nesta sexta-feira (26) (Foto: Alexandre Nunis)

Nesta sexta-feira (26), às 20h o Sesc Piracicaba abre a exposição “Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano”, com um acervo do Museu Paulista da Universidade de São Paulo, conhecido como Museu do Ipiranga. A curadoria é do designer Chico Homem de Melo e da diretora do museu Solange Ferraz de Lima, a mostra explora o design de impressos cujo destino mais comum é o descarte imediato após o uso. A mostra é fruto da parceria de duas instituições: Sesc SP e USP.

Com entrada gratuita, a visitação acontece até 28 de julho, terças a sextas, das 13h30 às 21h30; sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30. O agendamento de grupos nos períodos da manhã, tarde e noite, pode ser feito pelo sescsp.org.br/piracicaba na aba Agendamentos. Em todo o período da exposição pretende-se realizar uma programação complementar que contará com bate-papo, oficinas e cursos de desenvolvimento artístico.

Em Piracicaba, estarão expostas cerca de 400 peças gráficas que revelam hábitos e costumes dos brasileiros entre o ano de 1890 e o fim da década de 1990. “O que elas têm em comum é o fato do design muitas vezes não ser assinado, o uso de técnicas que já desapareceram, como a litografia e a tipografia, e o fato de essas peças lidarem com vários sentidos efêmeros, permitindo uma reflexão sobre o tempo”, conta Solange Lima.

Grande parte do acervo pertence à Coleção Egydio Colombo (1955-2013) que iniciou por meio de seu trabalho final de graduação com colagem de rótulos. O arquiteto e professor de História da Arte preservou, durante duas décadas, os mais variados rótulos e embalagens. Em 2003 a coleção foi doada para o Museu do Ipiranga. Para a exposição foram selecionados alguns papéis de balas, como Dulcora e Juquinha, santinhos católicos, filipetas de oráculos, rótulos de aguardentes, como Cascata, de fogos de artifício, como Caramuru, e de fósforos, como Gato Preto, entre outros.

Conforme reuníamos o material, que foi complementado por coleções particulares e por rótulos pincelados por mim em feiras de antiguidade como a do bairro Bexiga, da Praça Benedito Calixto e do Masp em São Paulo, fomos expandindo o sentido de efêmero. Inclusive uma das peças que ilustra a exposição, o Cartão de boas festas da Grande Oficina Mechanica Eduardo Taurisano (1908), encontrei no chão da feira Benedito Calixto. Além dos itens de descarte rápido, estamos trazendo mídias que desapareceram, como as partituras com capas ilustradas utilizadas nos saraus entre as décadas de 1910 e 1930, assim como catálogos de moda do Mappin e cadernos de caligrafia”, explica Chico.

SERVIÇO

Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas Do Cotidiano. Gratuita. Abertura: 26 de abril de 2019, sexta, às 20h. Visitação: 27 de abril a 28 de julho, no Sesc Piracicaba, na rua Ipiranga, 155.

Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis − quinze =