Setembro teve recorde de temperatura para o mês: 39,8 °C

1
61 views

Atualizado em 2 de outubro, às 11h31

Setembro acabou com recorde de temperatura para o mês. Na última quarta-feira (30), a máxima em Piracicaba foi de 39,8 °C , bem próxima do recorde histórico de temperatura, analisando todos os meses, dos últimos 103 anos: 40,2º C, que ocorreu em 18 de novembro de 1985. Os dados são do Departamento de Biossistemas da Esalq/USP, que começou a fazer a medição em 1917.

Até o fechamento desta reportagem, o recorde de temperatura era de 1985. Porém, ontem (1), às 13h54, a máxima na cidade chegou a 40,3ºC, batendo novo recorde, segundo dados do Departamento de Biossistemas da Esalq/USP.

O extremo para setembro e as altas temperaturas que o mês já vinha registrando neste ano elevaram também a temperatura média de setembro a 24,5ºC, a maior também desde que o Departamento de Biossistemas da Esalq começou suas análises. Os outros dois anos que registraram temperatura média de 24º C para setembro foram 1961 e 1963.

De acordo com Bruno Bainy, meteorologista do Cepagri da Unicamp, o que te deixado os últimos meses mais quentes é um bloqueio atmosférico, que intensifica as características da estação – no caso quente e seco – ao impedir o avanço das frentes frias.

“As frentes frias vêm com bastante força, causam bastante chuva no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, chegam no Paraná, às vezes ficam um pouquinho estacionária, chove ali no litoral sul de São Paulo e, depois, vão para o oceano Atlântico, porque elas não conseguem avançar sobre o continente”, explica Bainy.

EXTREMOS
O Departamento de Biossistemas da Esalq também tem registrado outros extremos na cidade, como a menor temperatura, que é de -2,6º C, registrada em 2 de agosto de 1955, e o mês que mais choveu foi janeiro de 1929, com volume acumulado de 409,9 mm.

Andressa Mota

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 − 1 =