Sindban protesta contra demissões no Bradesco

O banco informou que não vai comentar o assunto | Foto: Divulgação

Os diretores do Sindban (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) realizaram protesto em frente à agência central do banco Bradesco na manhã desta quarta-feira (4). Segundo o sindicato, o ato teve por objetivo denunciar que o banco descumpre acordo feito com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) de não demitir funcionários durante a pandemia.

Nesta quinta-feira (5), a entidade realiza protesto contra as demissões do Bradesco em Santa Bárbara d’Oeste.


O banco foi questionado pela reportagem sobre as demissões e posicionamento quanto aos protestos. Por meio da assessoria de imprensa, informou que não vai comentar o assunto.

LEIA MAIS:

De acordo com nota do Sindban, o Bradesco já demitiu 1.300 funcionários e os bancos, de modo geral, mais de 12 mil trabalhadores. A entidade atribui as informações ao Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério da Economia.

“É um claro descumprimento ao acordo firmado em março. Para se ter uma ideia, na nossa base, somente em outubro, foram 15 demissões, algumas delas por telefone. Um desrespeito total”, afirma Angela Ulices Savian, presidente interina do Sindban.


Segundo o sindicato, de janeiro a setembro, o banco já fechou 772 agências e até o fim deste ano o Bradesco vai fechar outras 1.100 agências. “O que sinaliza para mais demissões. O anúncio foi feito pelo presidente da instituição, Octavio de Lazari, que pretende, com o corte, economizar cerca de R$ 879 milhões”, o Sindban afirma em nota.

LUCRO
Na nota, o sindicato pontua que, nos primeiros nove meses deste ano, o Bradesco lucrou mais de R$ 13 bilhões. “No terceiro trimestre seu lucro cresceu 29,9% em relação ao anterior. Somente com tarifas, o banco consegue pagar os rendimentos de todo os seus empregados e ainda sobram R$ 5 bilhões”, complementa a nota.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 + três =