Sinfônica de Piracicaba mantém Temporada 2021 na internet

Apresentações podem ser conferidas na redes sociais a partir de domingo (11), até 2 de maio, sempre às 20h. (Foto: Divulgação)

Pelo segundo mês consecutivo, a OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba) mantém a programação da Temporada 2021 na internet. As apresentações podem ser conferidas no Facebook, Instagram e YouTube a partir deste domingo (11), até 2 de maio, sempre às 20h. A realização é do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, via Programa de Ação Cultural (ProAC). O patrocínio prata é da Caterpillar e o patrocínio bronze é da Comgás.

No dia 11, os 55 músicos da OSP apresentam “Dança Eslava nº 8, Op. 46”, de Antonín Dvořák (1841-1904), sob regência do maestro Jamil Maluf, diretor artístico e regente titular. “Trata-se de uma obra rápida e rítmica, que lembra o estilo cigano e forjada em formas e estilos de danças populares das nações do Leste Europeu”, explica Jamil Maluf, sobre a peça de 1878, que alavancou a carreira internacional de Dvořák, natural da República Tcheca e diretor do Conservatório Nacional de Música da América, em Nova York.

No dia 18 de abril, o naipe de metais apresenta “Canzona per Sonare No 2”, do compositor italiano Giovanni Gabrieli (1557-1612). Escrita em 1608, a peça ajudou a pavimentar o caminho para o que logo se tornaria o novo estilo de concerto barroco, até hoje popular.

No dia 25, o naipe de cordas executa o primeiro movimento de “Holberg Suite, Op.40”, composta originalmente para piano em 1884 por Edvard Grieg (1843- 1907) e um ano depois transcrita para a formação em cordas, forma pela qual é mais conhecida hoje.

Em 2 de maio, o naipe de madeiras se une para executar “Rosa”, uma das composições mais conhecidas de Pixinguinha (1897- 1973), gravada em solo de flauta no ano de 1917 e que só alcançou sucesso nacional 20 anos depois, ao ser gravada por Orlando Silva e lançada junto de “Carinhoso”, na formação piano, flauta, clarinetes, baixo, violão, cavaquinho e bateria.

TEMPORADA 2021

A programação on-line da Temporada 2021 da Orquestra Sinfônica de Piracicaba é realizada em função da Fase Emergencial do Plano SP, da qual Piracicaba está incluída, que impede a abertura de espaços culturais (como teatros) e a realização de eventos que gerem aglomerações.

Diretor artístico associado da OSP, o violoncelista piracicabano André Micheletti, lembra que uma orquestra, por si só, é uma aglomeração. “O que sabemos fazer é música em conjunto e a pandemia nos forçou a uma adequação. A nossa vontade é a de estarmos no palco, sentido o calor da plateia nos concertos, o que só poderemos fazer quando a pandemia sair da fase de agravamento”, diz.

As ações da Temporada 2021 têm o apoio do Bom Peixe, Grupo Pirasa, Indústrias Marrucci, Café Morro Grande e Santa Massa. Para a realizações das próximas apresentações, a OSP permanece com a captação de recursos aberta com as empresas, por meio das leis de incentivo estadual (ProAC) e federal (Lei de Incentivo à Cultura).

A estreia da programação virtual da OSP aconteceu em abril, quando a orquestra completa se uniu para apresentar as árias em versão orquestral de “Habanera” e “Os Toreadores”, da ópera Carmen, de Georges Bizet.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

15 − treze =