XV faz bom jogo e derrota o Audax no Barão Foto: Elcio Fabretti

Sob os olhares de Rodolfo Geraldi, eleito o novo presidente do XV de Piracicaba pelos próximos dois anos, o Nhô Quim venceu Osasco Audax pelo placar de 3 a 1, na tarde de quarta-feira (11), no Estádio Barão de Serra Negra. Mateus Silva e Jajá (duas vezes) marcaram os gols do Alvinegro, enquanto Romarinho descontou para os visitantes. Com o resultado, o Nhô Quim é o líder isolado do Grupo 3, com seis pontos, três a mais que o próprio Audax e que a Inter de Limeira, seu próximo adversário

O primeiro gol do jogo saiu logo no primeiro ataque do XV. Aos 4 minutos, após batida de falta de Jonathan na ponta esquerda, Douglas Marques cabeceou a queima roupa, mas o goleiro João Gabriel defendeu no reflexo. No rebote, Mateus Silva aproveitou que o goleiro estava caído e chutou forte para abrir o placar no Barão. A resposta do Audax veio com Marcondele, que bateu falta da entrada da área, mas o goleiro Dida, estreante do dia, aproveitou a bola fraca e agarrou com firmeza.

Aos 9 minutos, o Audax, com Gabriel Poti, aproveitou saída de bola errada do XV, tabelou e deixou limpa para Miticov bater colocado. A bola desviou no zagueiro Alvinegro e saiu a direita de Dida. Aos 13 minutos, Jonathan cobrou falta do mesmo local, mas desta vez no segundo poste, mas Muriel não conseguiu aproveitar. Na sequência, Jajá recebeu a bola, cortou para o meio e bateu com perigo, mas a bola desviou no zagueiro e foi pra fora. Na batida de escanteio, Tito cabeceou fraco.

O Audax aproveitou outra saída de bola do XV, o atacante Marcondele venceu a disputa de bola com Mateus Silva e bateu forte para o gol, obrigando o goleiro Dida a fazer uma boa defesa. Aos 19 minutos, Henry dominou a área, driblou Douglas Marques, mas a bola ficou com Dida, que defendeu, porém levou a pior na dividida.

O XV voltou a assustar aos 25 minutos, com Guilherme Garré, que roubou a bola da zaga e bateu forte, obrigando o goleiro João Gabriel a fazer uma boa defesa. O Nhô Quim não conseguiu aproveitar o rebote. O XV fez o segundo gol com Jajá, que aproveitou cruzamento de Jonathan, mas o tento foi anulado por impedimento.

O Audax chegou o empate aos 35 minutos. Após jogada no lado direito de ataque. Lucas Andrade cruzou para a área, Douglas Marques e Henry bateram cabeça e a bola sobrou limpa para Romarinho que, de frente para o gol, encheu o pé para vencer Dida e deixar tudo igual em Piracicaba.

Na volta do segundo tempo, Garré deu um belo lançamento para Fabinho, que tentou driblar o goleiro, mas João Gabriel tirou a bola com o pé, evitando a finalização do XV. Aos 5 minutos, Marcondele, em batida de falta, buscou o ângulo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 11 minutos, o XV fez o segundo gol e voltou a ficar e frente do placar. Jajá recebeu no meio, ajeitou o gol corpo e bateu rasteiro da meia-lua. A bola foi parar no canto inferior direito, sem chances de defesa para o goleiro. Quatro minutos depois, Jajá cruzou para a área e Tito cabeceou fraco, mas o goleiro adversário se atrapalhou e teve que mandar para escanteio. Na batida, o XV não conseguiu aproveitar.

O XV voltou a assustar aos 21 minutos, Guilherme Garré bateu escanteio, Tito cabeceou errado e a bola sobrou para Cleiton Savedra, que cabeceou no susto e a bola foi para fora. Aos 25 minutos o XV ampliou o marcador em uma bela jogada. Em contra-ataque por Fabinho, o atacante tocou para Tito, que lançou para Guiherme Garré. O meia viu a ultrapassagem de jajá, que bateu forte, no ângulo, para fazer o terceiro gol do Nhô Quim.

O Nhô Quim voltou a assustar aos 29 minutos. Jajá recebeu na esquerda e cruzou para Tito, que pegou de primeira, mas não acertou o gol. Quatro minutos depois, o XV voltou a atacar com Garré, que recebeu passe de Cleiton na área, mas o chute de primeira saiu sem direção.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + quatro =