SP: Covas adianta cinco feriados municipais para tentar frear covid-19

SP: Covas adianta cinco feriados municipais para tentar frear covid-19
Fonte: Agência Brasil

Para tentar reduzir os casos de covid-19 na capital paulista e tentar impedir um iminente colapso do sistema de saúde, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou hoje (18) que vai antecipar cinco feriados municipais. Ele também mudou o sistema de rodízio na cidade, que passa a valer para o período noturno, seguindo o toque de recolher estabelecido pelo governo estadual entre as 20h e 5h.

Foram antecipadas duas datas deste ano e três do ano que vem: Corpus Christi (3 de junho de 2021 e 16 de junho de 2022), Consciência Negra (20 de novembro de 2021 e de 2022); além do feriado de aniversário da cidade, em 25 de janeiro de 2022.

Os recessos remarcados começam na próxima sexta-feira (26), e se estendem ao longo da semana seguinte, nos dias 29, 30, 31 de março e 1° de abril, emendando com a Sexta-feira Santa, em 2 de abril, que é feriado nacional. O objetivo da mudança, segundo o prefeito, é “forçar a cidade de São Paulo a parar”.

Morte por falta de leito

A prefeitura tenta impedir que novos casos de mortes por falta de atendimento em hospitais ocorram. Nesta quinta-feira, Covas confirmou a primeira morte na cidade, de um jovem de 22 anos com covid-19, que não conseguiu ser transferido a tempo para um leito de unidade de terapia intensiva (UTI): “São Paulo precisa parar para que não tenhamos mais casos como esses, de pessoas não serem atendidas por falta de leitos.”.

No ano passado, a prefeitura já tinha tomado a mesma medida, antecipando feriados para tentar aumentar o nível de isolamento na capital.

O prefeito alertou a população de que é preciso colaborar e não viajar e nem ir para festas nesse período, sob risco de o sistema de saúde colapsar. “É momento de apertar um pouco mais a nossa vontade de confraternizar para poder pensar no bem coletivo”, disse Covas.

“É o momento mais duro da pandemia. Com uma luz no fim do túnel, que é a vacinação. Se conseguirmos conter casos e internações, vamos atravessar esse momento difícil e aguardar a imunização da população”, completou.

Rodízio

Além da antecipação dos feriados, o prefeito também alterou o horário de rodízio na capital paulista. Os dias e as placas não foram alterados. A partir da próxima segunda-feira (22) e durante duas semanas, o rodízio de carros passa para o período noturno, das 20h às 5h. Antes, o rodízio ocorria entre 7h e 10h e entre 17h e 20h. 

O objetivo da medida é evitar que as pessoas saiam para festas: “Vamos mudar o horário de rodízio para valer entre as 20h e 5h, horário do toque de restrição do governo de São Paulo. Vamos somar esforços para que pessoas deixem de circular no horário noturno”.

SP: Covas adianta cinco feriados municipais para tentar frear covid-19

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × 5 =