Stock Car começa neste domingo com transmissão ao vivo

O carro do piloto Ricardo Maurício, campeão da temporada 2020 - Crédito foto: Renato Mafra

A largada para a temporada 2021 da Stock Car está marcada para este domingo, dia 25, a partir das 15h, no Autódromo Internacional de Goiânia, que sediou uma das provas do primeiro calendário da categoria no ano de 1979. Neste circuito, Rubens Barrichello conquistou a sua primeira vitória na StockCar.

A prova deste final de semana marca o início de uma temporada que vai ser organizada em 12 etapas com 24 corridas, que serão distribuídas em dez eventos com duas corridas seguidas, sem pausas entre uma e outra e com apenas um intervalo para realinhamento dos carros.

As primeiras provas de cada etapa terão a duração de 25 minutos e, após o realinhamento, haverá a inversão dos dez primeiros colocados para uma nova corrida com duração de 20 minutos. As duas provas terão pontuações individuais para os primeiros 20 colocados, somando-se ao novo regulamento, mais dois pontos que serão adicionados ao pole position.

A partir deste domingo, a categoria passa a fazer parte do calendário dos fãs brasileiros do automobilismo e a torcida vai ter a chance de ver no grid de largada pilotos tradicionais da Stock Car, como os veteranos Thiago Camilo, Allam Khodair, Rubens Barrichello, Cacá Bueno, Átila Abreu, Ricardo Maurício, Ricardo Zonta, Daniel Serra e os estreantes Tony Kanaan e Felipe Massa.

Após deixar a Fórmula 1 no ano de 2017, Felipe Massa teve duas oportunidades de participar da categoria em 2018, na abertura e na corrida do Milhão, mas será em 2021 que ele de fato, vai competir em todas as etapas.

Tony Kanaan, outro estreante na categoria, disse que os principais desafios serão alguns circuitos desconhecidos e o aprendizado com o novo carro. “É uma fase nova da minha vida, mas o desejo de correr na StockCar nunca foi segredo para ninguém.” – ressalta.

O tricampeão da categoria (2008, 2013 e 2020), Ricardo Maurício, será o piloto a ser batido, embora não se considere um alvo para os rivais. Ele sai em busca do tetracampeonato como piloto da Eurofarma, mas acredita que exista um equilíbrio no campeonato, destacando o fato de que na temporada passada, 11 pilotos disputaram o título até a última etapa. “A categoria é super competitiva.” – afirma.

O vice-campeão de 2020, o curitibano Ricardo Zonta, busca alcançar vôos maiores em 2021 e vai correr pela equipe RCM, vencedora dos últimos quatro campeonatos.  “A escolha de Goiânia ajuda muito nas precauções relativas aos cuidados com a pandemia, por ser uma pista com boas áreas abertas. Estou ansioso para ver se o carro está competitivo.”, disse Ricardo Zonta.

A corrida deste domingo poderá ser conferida pela TV aberta na Band e na SporTV 2.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 + 3 =