Sugestões para passar bem por essa e próximas crises

Concept of solution and domino effect.Slightly de-focused and close-up shot. Selective focus. Fundo foto criado por mindandi - br.freepik.com

Sofrimento, dificuldades e angústias são situações que o ser humano vai viver por toda a vida. Não tem como escapar e o momento que estamos vivendo é um deles. Entretanto, pessoas melhor preparadas emocionalmente e desenvolvidas no autoconhecimento têm muito mais facilidade para enfrentá-los e viver melhor, pessoal e profissionalmente. A neurociência já provou que nosso cérebro é prioritariamente negativo e pessoas de sucesso emocional sabem vencer esse “obstáculo” através de técnicas que mudam essa sintonia cerebral. O foco, portanto, é passar pelas dificuldades da melhor forma possível e o conhecimento faz a diferença. O momento é de união e a palavra-chave, empatia. Temos muitas desigualdades em todos os sentidos e isso precisa ser combatido. O mundo, a partir do Covid-19, não é mais o mesmo. Você está preparado? O que você está aprendendo?

Quanto a esta pandemia e suas consequências psicológicas, podemos dividi-la em três fases. Na primeira, temos a mudança radical de comportamento e a emoção medo em ação (contaminação, incertezas e outros fatores). O stress – além de outros transtornos mais graves – tomam conta. Na segunda fase temos a mudança da rotina (pessoal, acadêmica e profissional) e aí entra em cena a não aceitação da perda da liberdade, junto com o desamparo (em muitos casos), além de tédio, raiva e intolerância. Finalmente, na terceira fase nos deparamos com perdas afetivas e econômicas das mais variadas. Entes queridos que se vão de maneira abrupta, experiências traumáticas em internações e problemas de saúde; demissões, queda na produção e no faturamento de autônomos e empresários, etc. O fato é que, durante e depois dessas fases, o que mais se observa (infelizmente) é o aumento expressivo da depressão e da ansiedade, nos seus mais diversos níveis, além da solidão, mesmo não estando só.

Toda crise e todo conflito exigem de nós duas coisas: conhecimento e atitude. Como disse Einstein: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Quanto às informações, só as oficiais. Fuja das fake news, que apenas produzem mais confusão e acirram a ansiedade e o medo.

Procure livros bons para ler, bons cursos online. “Dentro de casa” sempre há muito o que fazer, organizar (dentro da sua casa física ou psíquica). Enfim, o momento é de crescimento pessoal e profissional. Veja que até uma nova língua é possível aprender nesta fase! Os idosos podem ser ajudados a melhorar sua capacidade no mundo digital (e eles precisam de mais carinho e atenção neste momento, mesmo que virtual). O diálogo pode ressuscitar em algumas famílias e relacionamentos. A empatia pode ganhar maior espaço na humanidade.

Criatividade, olhar com outros olhos, aceitar a saída da zona de conforto… Buscar soluções e não debruçar no problema. Se entender consigo mesmo, buscar ajuda profissional, se preciso. É fundamental ocupar bem o tempo, criar rotinas e abrir a mente, contribuindo para que outras pessoas se desenvolvam também.

Conheça-se. Tudo passa, essa situação também vai passar. Sim, teremos sequelas, mas você é muito mais forte do que imagina e talvez nem saiba disso!

Positivo ou negativo? Crise ou oportunidade? A decisão é sua!

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

18 − dez =