Surfe: seis brasileiros avançam às oitavas de final de Margaret River

Surfe: seis brasileiros avançam às oitavas de final de Margaret River
Fonte: Agência Brasil

Seis brasileiros avançaram às oitavas de final da etapa Margaret River (Austrália)´do Circuito Mundial na madrugada desta segunda-feira (3) e se juntaram à gaúcha Tatiana Weston-Webb, classificada no último sábado (1º). Seguem na disputa os campeões mundiais Gabriel Medina e Ítalo Ferreira – líder e vice no ranking mundial, respectivamente – Caio Ibelli, Filipe Toledo, Jadson André e Peterson Crisanto. Logo mais, às 20h (horário de Brasília), ocorre a primeira chamada das baterias das oitavas. 

Primeiro brasileiro a se classificar, o paranaense  Peterson Crisanto levou a melhor sobre o australiano Owen Wright: venceu por 14,76 contra nota 12,60 do adversário. Hoje à noite, Crisanto duela com o havaiano John John Florence, terceiro colocado no ranking da World Surf League (WSL). Florence é bicampeão em Margaret River e tirou ontem (2) a primeira nota dez na disputa masculina. 

“Eu gosto quando o mar está grande assim, porque consigo mostrar o meu surfe, ainda mais contra o Owen (Wright) que é um ótimo competidor”, disse Crisanto em depoimento ao site da WSL.

O bicampeão Gabriel Medina conseguiu vencer de virada o  australiano Connor O’Leary. O brasileiro passou sufoco no início da bateria, ficando atrás 1,9 ponto de O’Leary, mas desceu boas ondas e concluiu a disputa com 14,97 contra 11,57 do australiano. O próximo adversário de Medina será o havaiano Seth Moniz. 

“Agora é seguir passo a passo, bateria por bateria, porque todo mundo no circuito é difícil de enfrentar, então vou manter meu foco”, afirmou Medina.

O atual campeão Ítalo Ferreira sobrou diante do veterano Adrian Buchan, da Austrália. O potiguar alcançou 15,57 contra 10,50 de Buchan. Ítalo disputará vaga nas quartas contra o compatriota Caio Ibelli, que foi semifnalista da etapa australiana em 2019. Caio superou o francês Michel Bourez, com nota final 17,04 contra 13,24 do rival. Se Ítalo avançar às quartas,  subirá para o topo do ranking mundial, e Medina cairá para a vice-liderança. 

“Eu amo o que faço e quero mais eventos assim, com ondas de verdade. Sinto que competir em beach breaks [praias com fundo de areia] não é o meu forte. Aqui eu consigo me soltar e parece até que estou fazendo um freesurf [sessão de treinos], me divertindo bastante e bem relaxado”, contou.

Fechando a classificação na madrugada desta segunda, o potiguar Jadson André venceu raspando o catarinense Yago Dora – André com resultado final de 10,90 contra 10,46 de Dora. Jadson fará o outro embate de brasileiros por vaga nas quartas de final: o adversário será Filipe Toledo que eliminou o paulista Miguel Pupo da disputa. Toledo concluiu a série com 13,73 contra 11,33 de Pupo.

Surfe: seis brasileiros avançam às oitavas de final de Margaret River

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + 19 =