Temer diz que unidade de partidos é fundamental e cita ‘ponte para o futuro’

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Em evento, ex-presidente lembrou de documento do MDB publicado em 2015 com propostas para combater a crise econômica

O ex-presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira que a unidade de vários partidos é algo “fundamental” e fez uma citação à “Ponte Para o Futuro”, documento do MDB publicado em 2015 com propostas para combater a crise econômica. O texto, à época mal recebido pelo PT, acabou definindo as diretrizes do governo Temer, que assumiu após o impeachment de Dilma Rousseff.

“A unidade de vários partidos é fundamental. Por isso, louvo a iniciativa de dialogar com mais três partidos que poderão fazer a história do Brasil”, declarou Temer em painel do ciclo de debates virtuais ‘Um Novo Rumo para o Brasil’, organizado por quatro partidos políticos – MDB, PSDB, DEM e Cidadania. “Esse movimento que o MDB está fazendo é, na verdade, um rumo para Brasil, começa com esse debate muito profícuo que está se dando aqui, é consequência da Ponte para o futuro”.

Também presente no painel, o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, manteve sua postura mais dura em relação ao governo federal. “Não vai ser uma carta conduzida por uma intervenção do nosso Michel Temer que vai fazer com que Bolsonaro vá se conter”, declarou.

“Precisamos estar atentos para inclusive, se necessário, para fazer intervenção. Eu não excluo essa possibilidade”, acrescentou, sobre um eventual impeachment do presidente Jair Bolsonaro. “Não vamos nos iludir, não estamos reunidos para fazer uma ode à democracia. Estamos aqui para empreendermos uma luta para mantê-la”.

Freire ainda chamou Bolsonaro de antidemocrata e irresponsável, mas elogiou o que chamou de “firmeza” da democracia brasileira para “deter arreganhos autoritários vindos do Executivo”.

Agência Estado

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

quinze − 5 =