Tenho de cumprir o propósito dos que confiaram em mim

O vereador piracicabano Thiago Ribeiro, 34 anos, nasceu na maternidade “Ada Dedini” em Piracicaba, no dia 01 de setembro de 1987. Filho de Rosana Aparecida Ribeiro Viana, mas viveu e foi criado pelos avós Antônio Benedito Cesarino Ribeiro (falecido) e Jovelina de Paula Ribeiro, quem ele considera seus pais de criação. Ribeiro é graduando em Ciências Políticas pelo Uniinter (Centro Universitário Internacional). Ele começou a trabalhar ainda muito jovem, quando ainda era estudante da escola estadual Professor Eduir Benedicto Scarpari, onde participava de grêmios estudantis e admite ter proporcionado a ambição da vida política.

Foi a partir desta experiência que o estudante sentiu a necessidade de trabalhar em prol da comunidade, localizada na Região Leste de Piracicaba, em especial os bairros Sol Nascente e Alvorada. Trabalhou por 14 anos, parte como funcionário contratado e também como voluntário da mesma escola em que estudou. Já na vida pública, foi assessor da prefeitura, durante a gestão 2013-2016 e na secretaria de ação cultural na gestão 2017-2020.

Nas horas vagas, o vereador costuma fazer longas caminhadas, sempre que possível. Todos os anos realiza romarias até Bom Jesus de Pirapora, ‘numa caminhada de fé e devoção’, como define. Ribeiro também se reúne com a família, faz visitas surpresas aos amigos para uma boa conversa. Ele disse gostar de cantar e de fazer imitações. Nessa entrevista para o Persona, o vereador fala de seus projetos voltados à educação, que ele define como o pilar do mandato.
 
O senhor tentou se eleger vereador em outras campanhas? Quantas até ser eleito?

Sim. Minha primeira participação numa disputa eleitoral para o cargo de vereador foi em 2012, pelo PSDB, onde obtive 666 votos. Em 2016, ainda pelo mesmo partido, obtive 1.226 votos, ficando nestas duas eleições como suplente. E por fim, eleito em 2020, com 1.234 votos pelo PSC.

Qual o foco da sua legislatura? Há uma área em que o senhor tem mais atuação?

Costumo dizer que o trabalho do vereador atende todas as áreas. Mas cada um tem um olhar especial para a que tem mais proximidade. No meu caso a Educação é um pilar do meu mandato. Venho trabalhando muitos anos em prol de uma educação de qualidade e que priorize nossas crianças e jovens, objetivando um futuro melhor.

A Câmara Municipal aprovou recentemente, projeto de sua autoria que prevê a criação de políticas para evitar a evasão escolar em Piracicaba. Por que o senhor decidiu apresentar essa proposta?

Sim. O projeto de lei 104/2021, aprovado em duas discussões pela Câmara, objetiva a prevenção do abandono e a evasão escolar. Ressalto que o abandono, é a situação que ocorre quando o aluno deixa de frequentar as aulas durante o ano. Já a evasão escolar, é quando o aluno não concluí o ano letivo e não é matriculado para o ano seguinte, ou seja, ele sai da escola e não volta mais para o sistema. Vejo muito atentamente esta situação e apresentei a propositura com intuito de criar uma política Municipal que acompanhe caso a caso os estudantes que tendem a evadir ou abandonar os estudos. Sejam por questões sociais, psicológicas entre outras. É valido afirmar que no ensino fundamental, muitas crianças evadem ou abandonam, para ajudar os pais que por muitas vezes não tem condições de trabalho e utilizam das crianças para trabalhar em semáforos, tirando assim o seu direito de estudar e até mesmo do brincar. O direito de ser criança. O propósito deste projeto, que agora seguiu para o Executivo, é de que o acompanhamento da criança evite, não só a evasão ou abandono no ensino fundamental, como a prepare para não evadir ou abandonar quando chegar no ensino médio. Em 2019, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) divulgou resultados da Pesquisa Nacional por Amostras a Domicílio Contínua e concluiu que o Brasil possuía 3,2 milhões de jovens com 19 anos, e apenas 2 milhões deles (63,5%) havia concluído o Ensino Médio. Na escola em que atuei observei muitos evadirem ou abandonarem os estudos, por falta de suporte do Poder Público.

O senhor possui outras proposituras voltadas à Educação? Quais são elas?

Sim, como mencionei, a Educação é um pilar de meu mandato. Temos em tramitação na Câmara, um Projeto de Lei voltado para as Políticas Públicas da Primeira Infância, e que possui todos os pareceres favoráveis das comissões permanentes e está apto para votação. Este projeto estabelece uma série de ações para a primeira infância, que compreende o período de 0 aos 72 meses de vida da criança, com ações de educação, saúde, assistência social, esportes cultura e lazer, cria diretrizes e fomenta o crescimento saudável da criança. O olhar e a atenção desde que a criança nasce, até o momento em que ela inicia sua vida estudantil, deve ser acompanhado de perto pelo Poder Público. Sabemos que muitas das ações que o projeto implementa, já ocorrem de maneira informal, mas estabelecida e regida por uma Lei, elas serão permanentes, independente da gestão que estiver administrando o Município. Isso se faz importante, pois muitas vezes, bons projetos param de acontecer nas trocas de governos. A primeira infância é o início de uma vida, e por isso vemos a importância do projeto. Também foi aprovado o Projeto que instituiu o Dia do Diretor e da Diretora Escolar no Município de Piracicaba, uma forma de reconhecer o trabalho destes profissionais que tanto se dedicam para a educação.

A Secretaria de Educação de Piracicaba está no terceiro gestor desde o início da atual administração, o senhor acredita que essa troca de secretários pode comprometer o trabalho da pasta?

Eu vejo essas trocas como uma adequação do Município. Os dois primeiros secretários da pasta, são pessoas que conheço e tenho muito respeito e são extremamente qualificados para o cargo de gestão. Possuem competência e conhecimento da área. Infelizmente por motivos pessoais, ambos acabaram deixando o cargo. Mas vejo que a Secretaria como um todo, está equilibrada e preparada para gerir com excelência a educação na cidade de Piracicaba.

Como o senhor avalia a atual gestão da Secretaria de Educação de Piracicaba?

Conheci o atual secretário, Bruno Roza, logo após que ele assumiu o cargo. Ele mesmo me ligou, pedindo uma reunião para debater os Projetos de Lei de minha autoria voltados para a educação. O secretário, assim como eu, é um cara jovem, mas que tem muito conhecimento na área. Já tem experiência no cargo, pois foi Secretário Municipal de Educação de Araras, e tem vontade de fazer acontecer. Temos visitado escolas juntos, e vemos o quão empenhado e engajado ele está para transformar a educação de Piracicaba, numa referência para a região metropolitana. Estivemos recentemente em Sorocaba, onde nos reunimos na secretaria de educação daquele Município, para conhecer projetos que fomentem a educação contínua e de qualidade em nossa cidade. Também levei a ele, projetos que conheci em Curitiba, no Paraná, como o Movimento Cidades Educadoras e o Projeto do Farol do Saber. Após conhecer estes projetos na capital paranaense, me reuni com o secretario e o time da secretaria da educação e estamos agora estruturando um projeto semelhante para lançar em Piracicaba nos próximos meses. Sem dúvidas o Bruno veio para alavancar a educação em Piracicaba e eu serei um grande apoiador de sua gestão.

Além da Educação, quais outras áreas o senhor tem atuado e quais propostas destaca?

Tenho atuado em diversas áreas. Trabalho todos os dias desde muito cedo até muito tarde. Tenho aprendido muito neste quase 1 ano e meio de mandato. Além da educação, tenho olhares voltados para todas as áreas, mais em especial à Saúde, a Segurança Pública, Cultura e Esportes e Lazer. Estive visitando as Guardas Civis da Região, em Americana e Capivari, onde conheci a estrutura e os equipamentos utilizados nessas cidades e observando como podemos buscar apoio para melhorar a qualidade de trabalho dos nossos Guardas Civis. Estive no ano de 2021, duas vezes em Brasília, onde buscamos através de emendas parlamentares, recursos para nossa cidade. Para o Esporte e Lazer, junto de outros 3 vereadores, conquistamos uma emenda de 1 milhão de reais para investimentos. Na área da saúde, tenho visitado constantemente as UPA’s, atendendo a população que recorre muitas vezes por ajuda e conversando e ouvindo os servidores. Atender a todas áreas é uma tarefa difícil, mas não impossível.

Qual seu maior propósito na política?

Melhorar a vida dos cidadãos e das cidadãs de Piracicaba. Sei que tenho minhas limitações, escolhi uma equipe preparada e competente para me ajudar dentro do meu mandato, mas acima de tudo, pessoas humanas e que conhecem as necessidades da população. Somos em 23 parlamentares, cada um tem sua forma de trabalho. Eu sempre digo que fui eleito para legislar Piracicaba, então os problemas daqui fazem parte do meu dia a dia. Na política, é evidente que temos ambições e almejamos crescer, mas para isso tenho que cumprir o propósito das pessoas que confiaram em mim, através do voto, que é trabalhar por uma cidade melhor.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove − 6 =