Terrenos abandonados se transformam em lixões

Mau cheiro e proliferação de animais peçonhentos no local

Dois pontos em regiões diferentes de Piracicaba chamam a atenção pelo despejo irregular de lixo. Os locais que, segundo vizinhos, são áreas públicas, se tornaram verdadeiros lixões a céu aberto e passaram a receber – irregularmente – todo tipo de material. Na área localizada na rua da Amizade, que liga o bairro Gilda à estrada do Godinho, os despejos vão desde lixo doméstico até descarte de restos de material de construção, como vasos sanitários e sacos de cimento, além de colchões e pneus. Segundo aposentado Juscelino Moreira Xavier, até animais mortos são descartados no local. “De manhã o terreno fica cheio de urubus arrastando a sujeira”, afirmou.

Ele também citou a proliferação de mosquitos e pernilongos como outro incômodo e atribuiu os casos de dengue no bairro à situação da área. Alessandro Arruda disse que a situação é insuportável e recorrente. Ele contou que mesmo apos a limpeza feita pela prefeitura, o problema volta tempos depois quando as pessoas recomeçam os descartes de lixo. Em outro ponto da cidade, na rua Benjamin Constant, na Paulista, outro exemplo do descaso e desrespeito à lei. Apesar de estar rodeado por muros, o terreno funciona como um lixão, recebendo todo tipo de material inservível, alem de restos de material de construção, roupas, pneus e lixo domésticos. A prefeitura foi procurada para comentar a situação das duas áreas, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × 4 =