Toda a moda em seu computador

Foto: Pixels

Muitos hábitos mudaram, inclusive o de comprar, saiba porquê o e-commerce tem crescido a cada ano

Você já parou para se perguntar quanto a vida mudou depois que houve está pandemia do coronavírus? Especialistas falam que no futuro a história explicará como a vida era pré-Covid e pós-Covid. Isso vem do fato que muitas tradições, costumes e rotinas foram mudadas com as regras de lockdown e precaução contra a contaminação. Na moda foi assim também. Apesar da compra via internet existir desde 1996 aqui no Brasil, só nestes últimos anos é que os holofotes para o e-commerce (comércio digital) foram acesos para as grandes massas.

De acordo com a Mastercard SpendingPulse, em 2019, o e-commerce apresentou crescimento de 75% em vendas gerais só no primeiro trimestre. Em moda essa pesquisa apontou que o crescimento de acesso de sites de roupas aumentou 95,2%.
São dados como esse que a companhia como Arezzo e Hering hoje disputam espaços no digital. “Em 2018, demos o pontapé inicial no digital e na visão omnichannel (integração entre lojas físicas e internet). Foram milhões em investimentos em tecnologia e, sobretudo, na cultura da equipe. Quando veio a primeira onda de restrição à circulação, em março de 2020, levou um tempo até colocarmos tudo de pé e definirmos a nova forma de operar. Mas, a partir de maio, já iniciamos um momento bom. A força de venda ficou 100% ativa e mantivemos, com as lojas fechadas, patamar de 52% das vendas de 2019 e crescimento turbinado com e-commerce”, comentou o presidente do grupo Arezzo, Alexandre Birman em uma entrevista recente ao Estadão.

Mas não é só de marcas grandes que a moda se faz na internet, pequenas empresas de moda também se instalaram nesse ‘mar digital’ e navegam entre oportunidades e aplicativos de compras.

CONSUMIDOR

Como, hoje, existem tantos sites, dos mais diferentes estilos, é bem provável que quem busque pela primeira vez fique confuso ou acabe ficando receoso da compra não satisfazer seu desejo de consumo, por isso a dica é: atenção aos detalhes.

Fique atento em quais sites você está entrando, normalmente os sites que das próprias marcas da roupa são mais confiáveis quanto as descrições do tamanho, material usado e prazos de entrega, além de possuir certa confiabilidade entre a foto ilustrativa do site com o produto entre ao cliente. Outra vantagem de comprar no site oficial da roupa é a forma de pagamento ser mais segura, pois é uma empresa com CNPJ e endereço fixo, dificilmente acontecerá de ter dados pessoais do cliente roubados, e se tiver, você sabe onde encontrar o problema e tomar as medidas legais corretas.

Se for comprar em aplicativos ou sites de varejo onde pode-se encontrar várias marcas e preço, preste atenção na caixa de comentários, pois pessoas que já compraram aquela roupa daquele vendedor vão afirmar ou negar se é realmente um boa escolha de compra. Desconfie de preços muito baixos, roupas de boa qualidade, com tecidos e costuras bem feitas não tem um valor de valor abaixo do padrão do mercado, por isso roupas vendidas com preço muito baixo podem ser, na verdade, falsas, por isso seja rigorosa na hora da compra para não cair em golpes.

Larissa Anunciato

[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezesseis − 7 =