Tradicional espaço de cultura italiana conta com ajuda da população para reformas

Piso do salão principal, em madeira, precisa ser trocado, assim como as pinturas nas paredes totalmente desgastadas

Um pedaço da Itália em Piracicaba, é assim que a Società Italiana Di Mútuo Soccorso (Sociedade Italiana de Ajuda Mútua – em português), se define. Fundada em 1887 e transferida para o prédio localizado no centro da cidade desde 1904, era ponto de referência na região no acolhimento de imigrantes. Ainda na atualidade, o edifício é um dos únicos e tradicionais exemplares de teatro italiano do final do século 19 tombado como patrimônio histórico e cultural, mas precisa de reformas.

Sergio Forti, nascido em Lodi, Itália e residente no Brasil desde 1994 e Márcia Pompeu que viveu na Itália por 10 anos, diretor e presidente responsáveis pela Società explicam que é necessária uma restauração completa no teatro, que inclui as partes hidráulica e elétrica. Na estrutura do teatro ainda é possível observar as pinturas dos irmãos Tozzi, que retratam Michelangelo, Giuseppe Verdi, Galileo Galilei, entre outros, que estão danificadas.

“O prédio tem mais de um século de existência e é lindo, bem localizado, mas está precário. Não tem acessibilidade às pessoas com deficiências físicas e/ou mobilidade reduzida”, reforça Márcia.

Estima-se que a última obra de recuperação foi realizada há de 20 anos. O resultado foi a troca do telhado, instalação de novas portas e janelas, construção de banheiros, remodelação da cozinha e jardins e repintura interna e externa.

A Società possui cursos de italiano e história da arte, fixos durante o ano todo. Além disso possui oficinas e workshops que acontecem esporadicamente.

“Nos últimos dois anos não pudemos realizar as tradicionais atividades como eventos (jantares, festas e espetáculos temáticos). Apenas conseguimos transferir o curso de italiano para a modalidade de ensino a distância, o que nos ajudou a manter a divulgação da cultura, idioma e costumes porque nossos alunos não desistiram de nós, porém, precisamos de ajuda para que isso não se perca”, complementa Sérgio. Interessados podem contribuir com a frequência e apoio em eventos culturais e cursos oferecidos e fornecimento de materiais e serviços que podem ser utilizados na restauração da sede. Para mais informações ligue: (19) 3432-7203 / (19) 3301-1948.

Laís Seguin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

onze − 1 =