Transgênero

Trata-se da criança que nasceu com um determinado sexo, mas não se identifica fisicamente e psicologicamente com esse sexo, tende a ser persistente ao falar dessa não identificação e demonstrar angústia quando abordada sobre o assunto.
Além do sofrimento que ocasiona durante o seu desenvolvimento, em geral a insatisfação pode estimular em buscar quando apresentar autonomia mediante sua identidade por tratamentos hormônais, podendo estender inclusive para cirurgias visando mudar seu corpo, tornando–se transexual. O mal-estar psíquico decorrente da incongruéncia entre o gênero biológico e o identificado pelo individuo é chamado de disforia de gênero.

Vale enfatizar que não esta vinculado a nenhum transtorno mental, não faz parte de nenhuma escolha consciente, e não é uma opção sexual. Trata-se de uma manisfestação que a criança tende a apresentar muito cedo, inclusive anteriormente ao estimulos e conhecimentos sobre as representações sociais sobre o feminino e masculino. Vale apontar que esse assunto é extremamente polêmico, sofre muitos tabus, fazendo com que seja menos abordado do que deveria, pois pelo fato da população não ter conhecimento suficiente para saber exatamente do que se trata, essa condição de muitas crianças no “mundo” acaba sendo motivo de preconceito.
Essa população não apresenta estatisitica no Brasil, mas nos Estados Unidos estima-se em 0,3% da população adulta. Vale abordar que é uma população que sofre intensa agressão e são vítimas de assassinatos pelo mundo. Embora as pesquisas venham avançando sobre esse tema, ainda pouco sabe-se sobre as causas da transexualidade, mas acredita–se que está vinculada a possiveis bases biológicas.

A ciência aponta que o desenvolvimento do cérebro é fortemente influenciado pelo ambiente pré-natal e a que hormônios o feto está exposto no útero da mãe, desta maneira ciêntistas hipotetizam que os homens transgêneros feminino a masculino, podem ter sido expostos a níveis inadequados de estrôgeno durante o desenvolvimento no útero materno. Além de concluirem que o tratamento hormonal pode afetar muito a estrutura e a composição do cérebro, e certificaram através dos estudos que os individuos transgênero tendem a nascer com o cérebros mais parecidos com o gênero que se identificam, diferente do biológico. E até onde a psicologica consegue compreender, pode se apontar que a identidade transgênero é complexa.

O assunto é polêmico e inclusive gera muitas dúvidas para os próprios pais de crianças transgênero, podendo acontecer em qualquer família, geralmente por volta dos dois anos de idade surgem os sinais e um dos primeiros alertas será a forte atração pelas coisas culturalmente associadas ao sexo oposto ao dele. O que não quer dizer que uma criança menina que adora brincar com carrinhos e não se interessa por bonecas é transxessual. Ai está um dos tabus a permear essa discussão, porque vivemos em uma sociedade que elegeu ‘’coisas de meninas’’ e ‘’coisas de meninos’’, mas o que deve ser levado em consideração são os sentimentos da criança sobre o assunto.
A complexidade do ser humano faz com que as crianças possam se interessar por coisas ditas do outro sexo e isso não é sinal de nenhum indicativo e nem quer apontar para a criança trans, vale a desmistificação, pois existem graus de masculinidade e ou feminilidade e isso deve ser abordado desde muito cedo com os filhos, para que nenhuma criança sinta se mal pela sua singularidade e individualidade e caso seja uma criança transgênero deve-se conduzir da mesma maneira, e sentir–se amada e respeitada pela familia, independente dos desafios a serem percorridos durante sua vida.
Ainda é necessário a clareza de que acompanhar e dar atenção aos sinais de uma criança transgênero precocemente, não quer dizer que é incentivar, mas quer dizer que a criança enquanto individuo será acolhida em suas necessidades e isso tornará sua vida mais fácil. Esses individuos não estão escolhendo por nenhuma identidade diferente para impactar com os valores cristalizados da sociedade. A identidade transgênero é multidimensional, e deve ser respeitada como qualquer outro aspecto da humanidade.

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

oito − seis =