Uefa abre processo disciplinar contra Real Madrid, Barcelona e Juventus

Cristiano Ronaldo comemora gol da Juventus de Turim; clube que pode ser punido pela Uefa - Crédito foto: AFP Photo

A Uefa (sigla em inglês para União das Federações Europeias de Futebol) informou nesta quarta, dia 12, que abriu processo formal contra três dos maiores clubes de futebol da Europa: Real Madrid, Barcelona e Juventus.

A alegação para a abertura do processo é a violação do quadro jurídico da entidade, em razão dos clubes não terem abandonado a ideia de criar uma Superliga, um torneio que fere, sobretudo, os interesses da Uefa.

A Uefa deixou claro que iria punir com rigor os clubes que continuassem defendendo a criação da Superliga. Na semana passada, os outros nove fundadores da competição – os ingleses Manchester City, Liverpool, Chelsea, Manchester United, Tottenham e Arsenal; os italianos Milan e Internazionale; e o espanhol Atlético de Madrid -, desistiram formalmente da iniciativa.

“De acordo com o artigo 31 (4) dos Regulamentos Disciplinares da Uefa, os inspetores de ética e disciplina da Uefa foram nomeados nesta quarta para conduzir uma investigação disciplinar sobre uma possível violação do quadro jurídico da Uefa pelo Real Madrid CF, FC Barcelona e Juventus FC em relação ao projeto denominado ‘Superliga'”, disse o texto divulgado pela Uefa.

A Juventus, por sua vez, ainda corre o risco de ser excluída do Campeonato Italiano, caso siga envolvida com a Superliga. Pelo menos foi o que disse Gabriel Gravina, presidente da FIGC (sigla em italiano para Federação Italiana de Futebol).

“Se a Juventus não respeitar as regras, também ficará fora da nossa competição. No momento da inscrição para a próxima temporada, estará excluída se não tiver abandonado a Superliga”, declarou Gravina, no início desta semana.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

12 + nove =