Última vez que um dos rivais não chegou a semifinal foi em 1997 (CRÉDITO: Divulgação/Atlético-MG)

A última rodada do Campeonato Mineiro Módulo I será disputada nesta quarta-feira (29), com todos os seis jogos às 21h30. O Atlético-MG enfrenta o Patrocinense, no Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto o Cruzeiro joga diante da Caldense, no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas. Tanto o Galo, quanto a Raposa ainda buscam a classificação para as semifinais, já que apenas o Tombense e o América-MG já estão garantido entre os quatro melhores. As equipes que ficarem entre quinto e oitavo disputam o Torneio Inconfidência. Os dois últimos serão rebaixados.

Quarto colocado com 19 pontos, o Atlético só depende de si para se garantir entre os quatro melhores. Caso empate, tem que torcer para que o Cruzeiro vença a Caldense por no máximo três gols de diferença, já que o Galo tem maior saldo (9 a 5). Se perder, qualquer vitória de seu rival eliminará a equipe de Jorge Sampaoli.

O Cruzeiro, quinto colocado com 17 pontos, enfrenta a terceira colocada Caldense, com 20 pontos, apenas pensando na vitória, já que qualquer tropeço em Poços de Caldas elimina a Raposa. O atual campeão mineiro precisa torcer contra o Atlético-MG, já que, se o Galo somar pontos, o Cruzeiro precisa vencer por três gols de diferença, assim ultrapassaria a própria Caldense no saldo de gols (atualmente está 10 a 5 para o adversário). Se o Galo perder, o Cruzeiro se classifica e elimina o rival com qualquer triunfo.

Esta edição poderá ter uma particularidade rara no Campeonato Mineiro, que é uma fase semifinal com apenas um dos grandes rivais mineiros. A última vez em que a competição não teve Galo ou Raposa na semifinal foi em 2002, quando os quatro primeiros foram Caldense (campeã), Ipatinga, Villa Nova-MG e Tupi. Na época a competição não contou com a participação de Atlético e Cruzeiro, que disputaram a Copa Sul-Minas naquele ano, mas retornaram para disputar o Supercampeonato Mineiro, vencido pelo Cruzeiro.

Com a dupla na disputa, a última vez que um deles ficou fora das semifinais foi no Mineiro de 1997, quando o Cruzeiro, que também venceu a Libertadores naquele ano, foi campeão sobre o Villa Nova, o responsável por eliminar o Galo nas quartas. Os outros semifinalistas foram o América-MG e o Social de Coronel Fabriciano. A última vez em que o Cruzeiro não chegou entre os quatro primeiros foi em 1957, quando ficou em quinto no geral, atrás de América-MG (campeão), Democrata-SL, Siderúrgica de Sabará e Atlético-MG.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove + 15 =