Indivíduo é preso em Piracicaba durante operação da Polícia Civil contra o tráfico

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um indivíduo por crime de tráfico de entorpecentes na manhã desta quinta-feira (23), no bairro Jardim Gilda, em Piracicaba (SP). Ele foi localizado por volta das 06h, num barraco na rua Lázaro Olegário, em posse de grande quantidade de drogas.

Após identificar que um indivíduo, conhecido pelo apelido de “Jhow”, estaria comercializando drogas por todo o bairro Jardim Gilda, policiais civis da 2ª Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) elaboraram um relatório de investigação, sendo representado pela autoridade policial junto ao Poder Judiciário pela expedição de um mandado de busca e apreensão. Com o mandado em mãos, policiais da 2ª Dise, com apoio da UIP-9 (Unidade de Inteligência Policial do Deinter-9), deram cumprimento à ordem judicial na manhã desta quinta-feira (23).

Durante a operação, ficou constatado que “Jhow” não se estava em sua residência na rua Lázaro Olegário, mas que ele havia pernoitado em um barraco, numa área verde do mesmo bairro, o qual ele estaria construindo. A equipe foi então até esse barraco, onde o localizou. Com ele, foi localizada a quantia de R$ 228 em espécie.

Após confessar que haveria uma grande quantidade de drogas em sua residência, na rua Lázaro Olegário, as equipes retornaram ao local para realizar as apreensões.

Com auxílio do cão farejador Eagle, equipes localizaram um tijolo de maconha cortado ao meio, além de um pote de vidro repleto de Skank. Foram encontrados também 33 micropontos de LSD, uma porção de MDMA, frascos de benzina, hidróxido de cálcio, hidróxido de sódio, além de dois vidros grandes e frascos menores de lança perfume. Duas balanças de precisão e cápsulas de remédios vazias, que “Jhow” utilizava para acondicionar o MDMA para venda, também foram localizadas.

Diante das circunstâncias, o indivíduo recebeu voz de prisão em flagrante e, na sequência, houve sua condução até a sede da 2ª Dise – Deic, onde foi lavrado seu auto de prisão em flagrante pelo delegado titular da unidade, Demetrios Gondim Coelho. Ele permaneceu preso.

APREENSÃO TOTAL — Ao todo, foram apreendidos 33 micropontos de LSD, um tijolo de maconha cortado ao meio, um vidro com Skank, uma porção de MDMA, dois vidros grandes de lança perfume, 10 frascos de lança perfume, um pote de hidróxido de cálcio, um pote de hidróxido de sódio, um pote de benzina, um pote plástico com cápsulas de remédio vazias para armazenar MDMA, duas balanças de precisão, um aparelho celular e R$ 228 em espécie.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

6 + 7 =