Vacinação contra gripe tem 37,6% do público-alvo das 1ª e 2ª etapas vacinado; adesão ainda é baixa

Foto: Prefeitura de Piracicaba/Divulgação

Foram vacinadas 40.183 até agora, nas etapas 1 e 2; meta é vacinar mais de 106 mil

A vacinação contra gripe (influenza/H1N1) em Piracicaba já está na 3ª etapa, quando todos os grupos prioritários da campanha podem receber o imunizante, que é aplicado em todas as unidades de saúde de segunda a sexta-feira (dias úteis), das 8h às 12h. De acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), o município aplicou 46.247 doses da vacina até o dia 16 de junho, passagem de dados mais recente. Dessas, 40.183 foram para os grupos pertencentes às 1ª e 2ª etapas da campanha (únicos que possuem uma população estipulada), o que representa 37,6% da meta que é vacinar 90% (106.779) do público-alvo da 1ª e 2ª etapas (total de 118.643 pessoas).

Fazem parte das duas primeiras etapas da campanha crianças com mais de 6 meses e menos de 6 anos; gestantes; puérperas (mulheres que deram a luz até 45 dias); trabalhadores da saúde; idosos e professores das redes pública e privada.

A 3ª etapa ampliou a vacinação contra gripe para pessoas com comorbidades e com deficiência permanente; caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das Forças Armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas. Para esses grupos, de 09 de junho (quando teve início a 3ª etapa) a 16 de junho, foram aplicadas 6.064 doses. Por não haver uma população estimada desses grupos, não é possível delimitar a meta de cobertura para eles.

“Com a pandemia, não podemos deixar de lado a imunização contra outros vírus, com risco de sobrecarregar ainda mais nosso sistema de saúde. Então cada pessoa contemplada na vacinação da gripe deve procurar uma unidade de saúde no período da manhã para receber a vacina”, enfatiza o prefeito Luciano Almeida.

PARA VACINAR – Não é preciso fazer agendamento prévio para receber a vacina da gripe. Para ser vacinada, a pessoa deve apresentar um documento de identificação com foto e a carteirinha de vacinação. Os profissionais (professores, caminhoneiros, entre outros) devem apresentar ainda um documento que comprove vínculo ativo com a instituição que atue. As pessoas com comorbidades, documento que comprove a condição de saúde.

COVID-19 – Em meio à pandemia, o Ministério da Saúde orienta que os grupos prioritários que já estão contemplados para receber a vacina contra Covid-19 tomem primeiro essa vacina e, após 14 dias, recebam a vacina contra gripe.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × quatro =