Vazamento de água no São Judas dura mais de dez dias

Vazamento acontece na rua 10 de novembro. (Crédito: Amanda Vieira/JP)

Um vazamento de água na guia e no asfalto que começou em 8 de fevereiro e perdura há mais de dez dias preocupa moradores da rua 10 de novembro, no bairro São Judas.


O engenheiro agrônomo Antônio Mário Leitão Medeiros conta que observou o início da ocorrência em um sábado, dia 8 deste mês, e fez uma solicitação de reparo no atendimento telefônico 0800 da prefeitura no mesmo dia. Com o protocolo em mãos, ele se indigna que o problema ainda não foi solucionado e teme pela infraestrutura das casas da região.


“Eu tenho medo que afete tudo por baixo. Uma água que escorre por baixo a gente não sabe o que pode acontecer. Só sei que é perigoso e [é] negligência do pessoal do poder público”, enfatiza.


Medeiros lembra que começou a verter água da guia no primeiro dia, quando fez a solicitação. Já no dia seguinte ele observou focos de vazamento também no asfalto, que chegou a afundar, como relata, e por isso ligou novamente na prefeitura.

O engenheiro voltou a fazer contato nesta semana, desta vez na ouvidoria, durante o horário de almoço, e foi informado de que o serviço não funciona das 12h às 14h. “Não foi feito nada, ouvidoria disse que de meio dia às duas da tarde não tem atendimento. […] Acho um absurdo, um desleixo com o cidadão e estou falando de um bairro [central], imagina como deve ser em bairros mais distantes”, pontua.


Após contato do Jornal de Piracicaba, o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) informou que recebeu a reclamação e programou a manutenção para esta quinta-feira (20).


Questionada sobre o horário de funcionamento da ouvidoria, a prefeitura não se pronunciou.

Andressa Mota

[email protected]