Vereador de Piracicaba procura a polícia após sofrer golpe de R$ 6.299

Foto: Rafael Fioravanti / JP

O vereador de Piracicaba, Paulo Henrique Paranhos Ribeiro, procurou a Polícia Civil do município por volta das 17h desta quinta-feira (28), após sofrer um golpe de estelionato. Ele informa que o golpe foi no valor de R$ 6.299 reais.

O vereador compareceu no plantão policial informando que, ao analisar a fatura de seu cartão de crédito, percebeu que havia duas compras que não realizou. A primeira foi em um site de compras no valor de R$ 5.099 reais, enquanto que a segunda foi em site de utilidades no valor de R$ 1.200 reais.

Ele relata que, assim que tomou ciência do ocorrido, entrou em contato com seu banco para efetuar o cancelamento de ambas as compras. A instituição informou que as compras seriam estornadas.

Desta forma, o vereador achou por bem comparecer no plantão policial e registrar um boletim de ocorrência. A Polícia Civil registrou o caso como crime de estelionato, incurso no Artigo 171 do Código Penal Brasileiro.

O outro lado — A reportagem do JP entrou em contato com o vereador, porém não teve retorno.

Procon alerta para compras na internet

O Procon-SP alerta os consumidores para sempre estarem atentos com sites falsos, visto que criminosos se utilizam do nome de grandes empresas para criar páginas com layout similar ao das lojas originais. O site chama a atenção por oferecer produtos com preços muito abaixo do que é praticado no mercado.

“O endereço eletrônico do falso site leva o nome de empresa conhecida, mas com o final diferente. Por isso, é importante observar com atenção o endereço eletrônico do estabelecimento antes de fazer qualquer compra virtual”, alerta o Procon.

De acordo com Fernando Capez, secretário de defesa do consumidor, “as quadrilhas estão falsificando sites, inclusive de empresas conhecidas com a intenção de enganar o consumidor e tomar seu dinheiro. É preciso que as pessoas redobrem atenção nas compras online, em especial, agora em novembro quando acontece a Black Friday. Uma dica simples para quem vai comprar na internet é consultar no nosso site a lista de sites não recomendáveis, que conta com mais de 160 empresas que prejudicaram consumidores. E caso tenha conhecimento de sites falsos ou que não entregam, denuncie ao Procon-SP para que possamos alertar outras pessoas.”

Confira, abaixo, algumas dicas do Procon para evitar cair em golpes no ambiente virtual:

  1. Não forneça dados, senhas, códigos, etc;
  2. Não acredite em ofertas de ajuda, sorteio, dinheiro etc enviadas pelo whatsapp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links;
  3. Não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem;
  4. Não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais;
  5. Baixe aplicativos apenas das lojas oficiais;
  6. Em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar;
  7. Utilize antivírus no computador, tablet e smartphone.

Rafael Fioravanti / [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezesseis − 9 =