Vias municipais registram queda de 38,4% de acidentes com óbitos de janeiro a julho de 2021

Foto: Claudinho Coradini/JP

Nos sete primeiros meses deste ano, foram oito óbitos; no mesmo período do ano passado, 13

As vias municipais, nas quais a Semuttran (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes) realiza a gestão do trânsito, apresentaram redução de 38,4% de acidentes com óbitos de janeiro a julho deste ano, se comparado com o mesmo período do ano passado. Nos sete primeiros meses de 2021 foram registrados oito óbitos. No mesmo período de 2020, foram 13 óbitos. Os dados são do Infosiga, sistema que reúne informações de acidentes e mortes no trânsito e é gerido pelo programa Respeito à Vida, do Estado de São Paulo.

O número de óbitos no acumulado no período de janeiro a julho em 2021 é o menor desde o início da base de dados do Infosiga, em 2015. De janeiro da julho de 2015, de acordo com o Infosiga-SP, foram registrados 26 óbitos nas vias sob responsabilidade do município. No mesmo período de 2016, foram 16. De 2017, 15. De 2018, 10. No mesmo período em 2019 houve aumento, chegando a 17 óbitos. No ano passado, foram 13. E, por fim, em 2021, 8.

O mês de julho deste ano especificamente, se comparado ao mesmo mês do ano passado, também registrou queda nos óbitos no trânsito das vias municipais. De acordo com o Infosiga, em julho de 2021 foi registrado um óbito nessas vias. Já em julho de 2020, foram três óbitos.

A titular da Semuttran, Jane Franco Oliveira, lembra que os resultados positivos na segurança do trânsito das vias municipais é reflexo direto das ações diárias realizadas pela Pasta em três frentes distintas: a engenharia de trânsito, como remodelações viárias e reforço nas sinalizações horizontal e vertical; educação no trânsito, envolvendo campanhas e palestras de segurança no trânsito; e fiscalização nas vias, com a utilização de equipes de agentes de trânsito, Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.

JANEIRO A JULHO – Os oito óbitos registrados de janeiro a julho de 2021 foram três em motocicletas, três de pedestres, um em automóvel e um em bicicleta. No mesmo período de 2020, os 13 óbitos foram de quatro em motocicletas, quatro pedestres, quatro em automóveis e um em bicicleta.

Da Redação

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − 15 =