Vida integrada

A vida humana transcorre e se expressa em diversas dimensões ao mesmo tempo: pensamentos, sentimentos e ações coexistem, porém nem sempre em harmonia. Por isso, a integração entre os diversos aspectos da vida torna-se necessária para uma existência equilibrada e saudável. Quando as intenções, do mesmo modo que aquilo se pensa e sente, estão harmonizados e alinhados à essência do ser, as ações decorrentes são criativas, construtivas e benéficas. Daí a importância de se integrar as diversas manifestações do ser, para que se tenha consciência e lucidez com relação ao que se faz, à fonte de inspiração das ações que se pratica, aos objetivos com que se realizam determinadas tarefas e aos efeitos,diretos ou indiretos, imediatos ou tardios, do que se pretende realizar.

A sociedade, refl exo dos indivíduos que a compõem, mostra-se fragmentada e em muitos aspectos desintegrada e destituída de harmonia, resultando disso os confl itos de interesses, as lutas e agressões entre pessoas, grupos e instituições, em meio às constantes e sucessivas crises que caracterizam o mundo. Contribuindo para agravar a situação, o excessivo volume de informações que inunda as mídias diariamente, sendo que significativa parte delas é de teor destrutivo e negativo, torna, mais do que nunca, necessário que se filtre e selecione o conteúdo que se apresenta, a fim de se preservar a sanidade psíquica necessária à expressão de qualidades interiores, as quais têm sido obstruídas e contaminadas pelo estilo de vida predominante na atualidade.

Qualquer forma de conflito, seja daquilo que é em relação ao que se supõe que deveria ser, entre ideais e a realidade objetiva, entre crenças, impulsos e desejos, entre propósitos a longo prazo e aquilo que se apresenta no momento torna-se motivo de sofrimento e de dispersão, por isso mesmo necessita ser superado e integrado, a fim de que se possa viver com maior inteireza, expressando mais plena e livremente as potencialidades humanas.

Vezes sem conta agimos por medo, raiva, desejo, ou motivados por preconceitos, condicionamentos, crenças limitantes e tantas outras formas de distorção do impulso de vida que nos permeia. Com isso geramos perturbações, conflitos e sofrimentos, por não estarmos suficientemente conscientes. Ocorre o oposto quando estamos íntegros, quando agimos com sinceridade e pureza, seguindo os ditames da consciência e os valores mais elevados que somos capazes de conceber. Isso, ao que nos parece, muda para melhor o teor das ações assim como seus efeitos.

Quanto mais elevada e pura for a fonte da qual brotam a inspiração e os impulsos, mais correta a ação e mais benéficos os resultados dela decorrentes. A busca de aprofundar e fortalecer o contato com a fonte da vida o que faz parte de quaisquer caminhos genuinamente espirituais amplia e purifica a inspiração e apura a intuição, permitindo que as ações obedeçam a propósitos superiores e que as ações cumpram objetivos evolutivos, essencialmente benéficos.

Uma educação integral, que contemple o trabalho de autoconhecimento e de desenvolvimento dos potenciais anímicos e das virtudes, torna-se fundamental nesse processo, a fim de que as pessoas, cada vez mais livres de alienações, ilusões e conflitos, portanto mais integradas e conscientes, ajam de modo mais saudável, harmonioso, convertendo-se em colaboradoras no florescimento de uma sociedade mais justa e fraterna.


Imagem: photoangel

Leia mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

cinco × 3 =