Vigilância Epidemiológica registra 1.883 casos de dengue

0
214 views
O objetivo do arrastão é a retirada de materiais inservíveis que podem ser potenciais criadouros do mosquito. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, de 1º de janeiro a 09 de abril, foram confirmados 1.883 casos da doença em Piracicaba. Nenhuma pessoa morreu. No mesmo período de 2019 foram 851 casos e, em 2020, 811 casos.

A Prefeitura, por meio do PMCA (Plano Municipal de Combate ao Aedes aegypti), ligado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), da Secretaria Municipal de Saúde, realiza neste sábado (10), arrastão de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya e febre amarela urbana. A ação acontecerá nos bairros São Jorge, Santo Antonio e Paineiras.

O objetivo do arrastão é a retirada de materiais inservíveis que podem ser potenciais criadouros do mosquito. A ação está prevista para acontecer das 8h30 às 14h e respeitará todos os protocolos sanitários e de segurança da Covid-19.

A orientação é para que os moradores deixem nas calçadas qualquer material que possa acumular água, menos entulho, lixo doméstico e galhos de árvores.

A maior incidência da doença neste ano continua sendo na região central, com 1.003 casos, representando 54,7% da totalidade dos casos registrados. Essa região engloba bairros como Centro, Nova Piracicaba, Nho Quim, São Dimas, São Judas, Rua do Porto, Jardim Europa, Jardim Monumento, Vila Rezende e Bairro Alto.

Da Redação

LEIA MAIS:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 3 =