Virtual, edição 2020 do Fentepira vai ter mostra para grupos locais

Inscrições devem ser feitas até 15 de outubro (Foto: Victor Natureza)

O Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba) é mais um relevante acontecimento cultural da cidade que, devido à pandemia, adapta-se este ano ao formato virtual. A SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo) confirmou ontem a 15ª edição, de 1º e 10 de novembro. Segundo Jorge dos Santos, diretor do Teatro Engenho e membro da comissão organizadora, a mostra principal será exclusiva para grupos locais, mas fazedores de teatro do Brasil inteiro poderão inscrever oficinas e palestras, além de espetáculos que recebem alguma lei de incentivo.

As inscrições para os espetáculos teatrais adulto, infantil ou infantojuvenil, informa a SemacTur, deve ser realizadas por meio de um formulário que está no site e enviado até 15 de outubro.

Como ressalta a pasta, serão selecionados 10 grupos para participarem da mostra, com trabalhados já desenvolvidos e construídos na cidade de Piracicaba e outros dois serão escolhidos a critério da Comissão Organizadora – para a abertura e o encerramento da mostra. “Excepcionalmente neste ano, grupos cujas montagens já foram selecionadas ou participaram da Mostra Oficial de qualquer uma das edições anteriores, também poderão se inscrever”, informa a secretaria.

Aos grupos teatrais interessados é necessário que já tenham, no mínimo, um ano de existência. Além disso, é preciso que a produção audiovisual seja gravada na horizontal com uma boa iluminação, a qualidade de imagem e de áudio (com boa dicção e clareza auditiva), sem ruídos e barulhos externos, e obedecer aos padrões de 1920×1080 para formato Full HD ou 1280×720 para formato HD.

A transmissão será feita em plataformas digitais, de acesso público e gratuito. Quanto ao objetivo de fomentar público, um caráter inerente ao Fentepira, o diretor do Teatro Engenho conta que, sim, a plateia, mesmo que virtual, também terá voz. “Certamente o público poderá interagir com os grupos e com os debatedores, ao término de cada espetáculo”, garante.

Erick Tedesco