Vítima registra BO em Piracicaba após se sentir ofendida com declarações dentro de academia

Foto: Alessandro Maschio/JP

Em Piracicaba, uma mulher de 49 anos procurou a Polícia Civil do município, na noite desta terça-feira (28), para informar ter se sentido constrangida com declarações xenofóbicas dentro de uma academia enquanto treinava. Segundo ela, a academia fica no Centro da cidade.

A PM foi acionada à academia por volta das 19h45, inicialmente para atender uma ocorrência de desinteligência. No local, a vítima contou aos policiais que fazia seu treino como de costume na academia, quando ouviu dois rapazes conversando próximos a ela, sendo que um deles teria dito ao outro que não gostava de nordestinos.

A vítima sentiu-se ofendida e por conta disso foi conversar com o rapaz responsável pelo comentário. Indagado, ele disse que aquela era sua opinião e ainda reiterou o que havia dito, fato que motivou o acionamento da PM. Os policiais Soldado Gonçalves e Soldado Jair, da viatura I-10408, foram ao local.

Assim que a viatura chegou, o autor dos supostos comentários já não se encontrava mais na academia. Já o outro rapaz, ao ser questionado, disse que ele e seu colega costumam conversar sobre diferenças regionais, ora em tom jocoso sobre nordestinos, ora em tom jocoso sobre paulistas. Disse ainda que aquilo é somente uma brincadeira entre dois amigos e que as intenções não eram de ofender ninguém.

As declarações das partes foram reduzidas a termos.

Diante da versão conflitante das partes e da ausência de testemunhas presenciais dos fatos, o delegado registrou um boletim de ocorrência e o encaminhou ao Plantão Policial, área de circunscrição, para que seja feita a elucidação do ocorrido e eventual caracterização do delito de injúria.

A vítima também foi orientada quanto ao prazo de seis meses para oferecer representação criminal.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × 5 =