Vítimas fatais de atentado em ônibus de Piracicaba são sepultadas nesta quarta (22)

Foto: Reprodução

As três vítimas fatais do atentado ocorrido dentro de um ônibus no Centro de Piracicaba (SP), na tarde desta terça-feira (21), foram sepultadas na tarde desta quarta-feira (22). As vítimas fatais são Roseli Ramalho Ferreira, de 55 anos; Valdemar da Silva Venâncio, de 68 anos; e Adriana Coelho da Silva, de 42 anos.

Roseli Ramalho Ferreira era natural do município de São Pedro, mas residia aqui há anos no bairro Jardim Taiguara em Piracicaba. Funcionária do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba, o velório de Roseli acontece das 12h às 15h desta quarta-feira (22) na sala 02 do Cemitério da Vila Rezende. O enterro está marcado para as 16h no Cemitério Parque São Pedro, no bairro Recanto das Águas, em São Pedro.

Valdemar da Silva Venâncio era natural do município de Castro Alves, na Bahia, mas residia há anos na rua Vinte e Três de Maio, no bairro da Paulista, em Piracicaba. O velório de Valdemar acontece a partir das 12h desta quarta-feira (22) na sala 04 da Saudade. O sepultamento deve ocorrer às 17h no Cemitério Municipal da Saudade.

Já a terceira vítima fatal, Adriana Coelho da Silva, tinha 42 anos e era natural do município de Novo Cruzeiro, Minas Gerais. Ela residia há anos na rua Militão Prates Ferreira, na região do Vila Sônia, zona norte da cidade. Informações referentes ao seu velório e sepultamento ainda não foram divulgadas.

OS FERIDOS — As vítimas Alan Rossi, de 28 anos; Maria Gomes da Silva, de 60 anos; e Matheus Batista, de 24 anos; seguem internadas. De acordo com informes da PM, a vítima Alan encontra-se em estado grave e passa por cirurgias.

AUTOR — O acusado do homicídio, José Antonio de Santana Filho, tem 52 anos e reside no bairro da Vila Monteiro. Ele é natural da cidade de Chã de Alegria, no Estado do Pernambuco.

No momento, ele passa por audiência de custódia. Posteriormente, deverá ser encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória). Segundo os agentes, o acusado é frio e não responde nada.

No momento do crime, a PM apreendeu com ele uma faca de açougueiro, uma carteira com documentos pessoais e R$ 39 em espécie. Em coletiva à imprensa na noite desta terça-feira (21), a delegada Juliana Ricci, da Deic (Divisão Especializada em Investigações Criminais), informou que ele já possui uma passagem criminal.

O ataque ocorreu por volta das 15h desta terça-feira (21), dentro do ônibus TCI/Vila Sônia. Em nota, a TUPi (Transporte Urbano de Piracicaba) lamentou o ocorrido.

Foto: Alessandro Maschio/JP

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

7 + cinco =