Western alemão será exibido pela 1ª vez no Brasil na telona do Sesc Piracicaba

Foto: Divulgação

‘Tesouro do Lago de Prata’, animação com bonecos, será apresentada hoje

A Mostra de Cinema de Animação, realizada pelo Sesc Piracicaba e produzida pela Cine16 Projetos em Cinema, apresenta hoje (19), às 20h, o filme “O Tesouro do Lago de Prata”. Essa é a primeira vez que a obra, com direção do alemão e diretor Günter Rätz, será exibida no Brasil. O evento acontece no teatro da unidade e a entrada é franca.

Exibido na Alemanha e em outros países europeus em 1990, “O Tesouro do Lago de Prata” é um filme com a técnica puppet, conhecida como animação com bonecos. É também uma adaptação da obra literária de mesmo nome de Karl May (1842-1912), com um cenário western alemão (velho-oeste).

O Tesouro do Lago de Prata conta a trajetória de dois aventureiros com bons corações que buscam os familiares do falecido índio Urso Branco, com a intenção de entregar-lhes um mapa do tesouro que pertence à sua tribo. Porém, ao longo da trama, se deparam com homens maus que desejam roubar o tesouro.

Alex Brasil da produtora Cine 16, conta que o motivo pela obra ser escolhida para a mostra foi devido à descoberta de filmes cinematográficos em 8mm (formato de filme caseiro dos anos 1950/1960) adquiridos no exterior para o acervo da empresa, com títulos muito raros, em excelente estado de conservação e desconhecidos. “Entre esses filmes havia cinco rolos de uma animação em stop motion de bonecos de arame, que depois descobrimos serem episódios de sete minutos cada de uma série para a TV. Pesquisando mais a fundo acabei por descobrir que essa série foi uma das realizações de um brilhante animador da ex-Alemanha Oriental chamado Günter Rätz, completamente desconhecido no Brasil”, relata ele.

Após o ocorrido, Alex estabeleceu contato com Fundação responsável pelos direitos de exibição da obra e, assim, recebeu um catalogo com vistas para o licenciamento no Brasil. “Quando o Sesc procurou a Cine 16 para produzir a mostra de animação, ele se encaixaria perfeitamente no propósito da mostra, que é a diversidade geográfica, temporal e de estilos”, ressalta Brasil.

A Mostra segue nesta quarta-feira (20), às 19h30, mas desta vez para as crianças: com a exibição de diversos clássicos da Disney, produzidos nos anos de 1930 a 1940. A projeção será feita em “Super 8”, formato muito utilizado para o cinema doméstico entre os anos 1960 e 1980.

Fernanda Rizzi
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + um =