XV cede empate no final e o São Caetano vence na disputa dos pênaltis

Nhô Quim cede empate no final do segundo tempo e perde na disputa dos pênaltis - Crédito foto: Michel Lambstein/XV

A torcida piracicabana que compareceu ao Estádio Municipal Barão da Serra Negra na noite desta terça, dia 26, voltou para casa decepcionada ao ver o alvinegro ser desclassificado na fase de quartas de final da Copa Paulista na disputada de pênaltis. O São Caetano venceu por 4 a 3, após empatar o jogo no tempo normal em 1 a 1, com gol nos acréscimos e assim, forçar a cobrança das penalidades.

Durante o tempo regulamentar de partida, o Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba fez um bom primeiro tempo e começou a pressionar o adversário desde o início de partida com finalização de Franklin. Em seguida, foi a vez de Parrudo chutar e exigir a defesa do goleiro Luiz. 

Com melhor domínio de bola e boa troca de passes, o alvinegro teve mais algumas boas chances até que, aos 32 minutos, Kaike chutou forte e no rebote do goleiro, Paraíba teve tranquilidade para dominar a bola e finalizar para o segundo gol dele com a camisa do Nhô Quim e o primeiro gol do alvinegro no retorno do público ao Barão.

Mesmo com a vantagem no placar e com boa marcação, o alvinegro não diminuiu o ritmo e o São Caetano chegou uma única vez com perigo ao gol de Belliato, aos 42 minutos.

Na volta do segundo tempo, o São Caetano, com desvantagem no placar, foi pra cima do XV e numa dessas tentativas, o Azulão empatou em jogada de escanteio, mas o árbitro apontou posição irregular. O time de São Caetano do Sul passou a tomar conta do meio de campo e o treinador do XV fez várias alterações, com as entradas de Ítalo, Lucas de Sá e Gustavo Hebling para melhorar a marcação e voltar a ter o controle da partida.

O São Caetano insistiu no ataque e na pressão, empatou a partida já nos acréscimos, aos 50 minutos, com gol de Rato, que recebeu bola no cruzamento. Tudo empatado no Barão com público de 1.519 pagantes e renda de R$ 39.225,00.

Na disputa dos pênaltis, Belliato defendeu a primeira cobrança, mas o árbitro voltou o lance para o gol de Max. Ítalo fez o primeiro do XV, Weriton chutou, mas o goleiro do São Caetano defendeu. O São Caetano converteu as cobranças seguintes e, na última cobrança, Carlos Alberto chutou na trave e o XV perdeu a disputada de pênaltis com o placar de 4 a 3.

O treinador do XV, Luciano Dias, disse em entrevista coletiva após a partida desta terça, que é difícil explicar uma derrota, mas acredita que o torcedor que esteve no estádio pode assistir a uma boa apresentação da equipe, que soube controlar a partida em praticamente todo o instante. “Era preciso controlar, segurar o resultado nos minutos finais, mas, infelizmente, não adianta tentar explicar. Escapou a classificação.”

Na outra partida desta terça, válida pelas quartas de final, no Canindé, em São Paulo, a Portuguesa perdeu de virada para o Votuporanguense por 2 a 1, mas se classificou com o placar agregado de 4 a 2 porque venceu a primeira partida por 3 a 0.

Na noite desta quarta, dia 27, mais duas partidas completam a fase de quartas de final da Copa Paulista: EC São Bernardo enfrenta o São Bernardo FC no Estádio Primeiro de Maio e o Botafogo enfrenta o Noroeste, em Araraquara.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × cinco =